BT

Diagnosticando e otimizando equipes: quem ganha quando as equipes prosperam?

Postado por Fernando Ultremare em 23 Abr 2012 |

Em publicações recentes em seu blog, Esther Derby apresentou dois mapas mentais que sistematizam os efeitos positivos que as equipes funcionais podem gerar sobre organizações a que pertencem. Derby mostra também os efeitos devastadores gerados pela existência de equipes disfuncionais. A autora mostra como diagnosticar equipes, e começa questionando:

Tanto para as pessoas quanto para as organizações envolvidas, uma equipe disfuncional gera impactos financeiros e perda de qualidade. Mas quais são os benefícios quando os times realmente se formam? O que ganham as organizações quando as equipes prosperam?

Para responder a essas perguntas, Derby organizou as informações em mapas mentais, através do agrupamento de itens mais amplos, de primeiro nível, seguidos de um conjunto de eventos associados. Estes últimos representam as causas e os seus efeitos colaterais sobre as pessoas e as organizações.

Por exemplo, no mapa abaixo (versão ampliada), pode-se identificar que as equipes funcionais apresentam conflitos saudáveis (item mais amplo) e, por essa razão, o tratamento dispensado aos problemas é sempre proporcional à sua gravidade. Dessa forma, as questões do conflito não consomem energia desnecessária; e o benefício para as organizações está no fato de que mais tempo é investido nas atividades que realmente geram valor:

Em um comentário sobre os posts de Derby, Paul Jackson ressalta que através dos mapas pode-se facilmente medir a maturidade de uma equipe. Ele destaca que a sua própria equipe possui muitas das mesmas características comportamentais, embora não apresente certas habilidades técnicas indicadas.

Os mapas de Derby podem efetivamente ser utilizados para diagnosticar a situação de uma equipe e obter uma visão mais objetiva de seus pontos fortes e suas fragilidades, bem como entender quais benefícios ou malefícios estão sendo causados às organizações a que pertencem.

Uma possibilidade de análise está representada na tabela abaixo. Nela, foram selecionadas características das equipes (as linhas da tabela), que são transversais aos dois mapas. Isso é feito para realizar uma equiparação dessas características tanto para as equipes funcionais quanto para as equipes disfuncionais (colunas da tabela). Através dessa análise, pode-se contrastar mais claramente as duas condições que uma equipe pode se encontrar. 

Características

Equipes funcionais

O que ganham as organizações

Equipes disfuncionais

Onde as organizações perdem

Dinâmica de tomada de decisões

Apresentam mais atenção aos processos do próprio grupo.

Decisões mais rápidas e de maior qualidade; mais pessoas participam da tomada de decisão, gerando menos gargalos.

Maior necessidade de intervenção gerencial.

Necessidade de supervisão constante, danos à reputação dos gestores, conflitos arbitrários.

Situações de conflito

Conflitos, inevitáveis nos projetos de desenvolvimento de software, são saudáveis à dinâmica da equipe.

Tratamento proporcional à gravidade dos problemas. Mais trabalho dedicado para atividades que realmente geram valor.

Conflitos são improdutivos e ocasionam um aumento de estresse no grupo.

O aumento do estresse pode causar problemas de saúde e, consequentemente, aumento nas despesas com funcionários, bem como ausências ao trabalho e baixa na produtividade.

Envolvimento das pessoas com o projeto

Todos se sentem responsáveis. Existe um sentimento de "nosso trabalho" em oposição à existência de atividades individuais.

Todos podem contribuir, as boas idéias prevalecem, os menos experientes tem chance de evoluir e, por fim, o trabalho é completado com maior velocidade.

Prevalece a falta de engajamento, o cinismo e a inércia dos membros da equipe.

Perda de vantagem competitiva para as organizações, gerada pela alta rotatividade de pessoas e pela criação de poucas soluções originais.

Qualidade das entregas

Há mais atenção à excelência técnica.

Existe mais atenção à excelência técnica, bem como orgulho com o trabalho realizado e a livre iniciativa para ocorrência de retrospectivas técnicas. Dessa forma, a qualidade do código aumenta e os erros são encontrados rapidamente. Como resultado, tem-se um menor custo para modificação do sistema.

Recorrência de resultados decepcionantes.

É comum o não cumprimento de datas acordadas, gerando perda de oportunidades e de lucratividade para a organização. Há baixa qualidade do software desenvolvido, que em geral se associa à insatisfação de clientes e à perda de novas vendas.

Como exemplo dessa análise, pode-se considerar o comportamento das equipes com relação à sua dinâmica na tomada de decisões (primeira linha da tabela). Nesse caso, as equipes funcionais irão apresentar maior atenção aos processos do próprio grupo, enquanto que as disfuncionais irão ter maior necessidade de intervenção externa, geralmente por parte de um gerente. Os benefícios ou malefícios para as organizações, para as duas situações, encontram-se indicados na tabela.

Veja abaixo, o mapa completo referente às características das equipes disfuncionais (versão ampliada):

Conclusões

Os mapas mentais de Derby representam um guia prático para se entender e diagnosticar a qualidade e a eficácia de uma equipe. Isso pode ser realizado através da observação constante do time e da comparação de seu comportamento aos sintomas indicados nos mapas. Seja através da geração de clientes satisfeitos, da conquista de novas vendas ou da redução de custos, pode-se concluir que a sucesso das equipes representa papel central nas organizações. Um diagnóstico bem embasado de equipes, e a realização das correções de rumo necessárias, pode significar o sucesso ou o fracasso de projetos ou empreendimentos inteiros.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Diagnosticando e otimizando equipes: quem ganha quando as equipes prosperam by Gustavo Fernandez

Excelente texto.
Demonstra que a empresa tende muito a ganhar quando se trabalha em equipe. Todos se sentem importantes, com isso tendem a trabalhar com mais vontade/objetividade, resultando em qualidade e rapidez na entrega de suas atividades.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

1 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT