BT

Transição Co-localizada, Dicas e Preocupações

por Mark Levison , traduzido por Flávia Castro de Oliveira em 17 Nov 2008 |

Recentemente houve uma discussão sobre como fazer a transição de times para ambientes co-localizados e o que fazer para torná-lo um sucesso.

Dave Rooney, do Mayford Technologies, diz:

  • O barulho é o primeiro problema que as pessoas notam - ele recomenda entregando bolinhas Nerf ou tijolos de espuma para pessoas que fazem muito barulho. Se as pessoas colocam fones de ouvido para evitar o barulho, algumas vantagens da co-localização está perdida.
  • Algumas pessoas precisarão fazer pequenas interrupções fora da área do time.
  • Horas, como : 9:00 - 3:00 (com uma pauda para o almoço), ajudam a garantir que o time está trabalhando em conjunto na maior parte do dia, mas ainda tem uma oportunidade para fazer outras coisas.

Robin Grosset disse que quando a transição acontece, os desenvolvedores não devem perder o espaço de chão/escrivaninha quando comparado ao seu cubículo tradicional, caso contrário eles irão perceber que é somente uma estratégia de gerência para caber mais pessoas em menos espaço.

Sam Edwards observou:

Inicialmente houve uma forte resistência por parte de muitos engenheiros - eles sentiram que estavam abandonando sua privacidade e "zona de conforto". Então nós os deixamos organizar suas escrivaninhas com espaço aberto, e eles acabaram sendo encontrados até na periferia, todos enfrentando, longe uns dos outros (posições de canto são preferidas do que posições laterais). ...como a programação par começou a engatinhar através dos times, nós achamos os engenheiros gastando mais e mais tempo sentado uns ao lado dos outros, o que tornou o local real de suas escrivaninhas claramente irrelevante. Meu conselho: dar aos engenheiros LOTES de tempo para fazer esse ajuste - é um grande salto para muitos deles e impossível para alguns.

Adrian descreve uma transição organizada por um time de aproximadamente 45 pessoas:

  1. Certifique-se que todos estão ouvindo. Eles usaram Edward De Bono's "Six Thinking Hats" exercício para o time para considerar a mudança de diferentes aspectos.
  2. Oferecer a mudança com seis meses de experiência. As pessoas são mais abertas para experimentação do que sendo forçadas para uma mudança permanente.
  3. Envolver os membros do time na concepção de novo espaço, pode haver limites mas os mais envolvidos deles estão no planejamento mais eles irão sentir a mudança de propriedade.
  4. Torná-lo divertido: pegue uma mesa de ping pong, um sofá ou algum outro móvel de escritório não tradicional.
  5. Dar-lhes algum espaço pessoal para se expressarem e se tiverem fotos.
  6. Dar-lhes armazenamento suficiente, no time do Adrain eram todos gabinetes rolantes de armazenamento.

Scott Ambler, Agile Practice Leader na IBM, embora reconhecendo que a co-localização seja capaz de melhorar as chances de sucesso do time, levantou algumas preocupações:

  • Pessoas que estão habituadas a trabalhar em casa lutarão neste ambiente.
  • Algumas pessoas trabalham melhor isoladas.
  • O barulho gerado pelo time pode ser uma perturbação para os times que os rodeiam.
  • Radiadores de Informação (corkboards, quadros brancos, ...) são visíveis às pessoas fora do time. Isto poderia ser um problema de segurança.

Finalmente Jay Conne compartilhou a história de uma "tecnologia introvertida" que disse a um VP em um elevador que ele gostou da interação do time.

 

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2013 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT