BT

Ruboss – Um Framework Flex on Rails

por Moxie Zhang , traduzido por Douglas Masson em 03 Dez 2008 |

Ruby on Rails (ROR) é um framework open source baseado em Ruby para rápido desenvolvimento de aplicações web. Tanto a comunidade Rails como RIA estão efetivamente buscando convergência para oferecer soluções integradas. O framework Flex, Ruboss, é um exemplo. InfoQ conversou com Peter Armstrong, o co-fundador e CEO do Ruboss, para saber mais.

De acordo com Armstrong, o framework Ruboss representa uma tentativa de simplificar a integração entre aplicações Flex e frameworks RESTful. Estes frameworks atualmente incluem o RoR e o Merb. Ruboss também construiu uma interface RESTful para permitir comunicação com o banco de dados SQLite embutido no Adobe AIR. O framework Ruboss serve aplicações Rails e Merb de uma maneira semelhante ao Adobe LiveCycle Data Services ES para aplicações J2EE.

Quando perguntado por que não viver apenas com os frameworks já existentes, tais como Cairngorm or PureMVC, Armstrong explica:

Muito simples, não existe qualquer coisa que preencha nossas necessidades. O framework Ruboss não é um framework arquitetural no mesmo sentido do Cairngorm, Mate ou PureMVC. Pelo contrário, é um framework de integração de dados, focado na integração de Flex com frameworks RESTful. Embora seja tentador pensar em Ruboss como "Flex + Rails," uma forma mais precisa do pensar em Ruboss é como "Flex + Simple RESTful CRUD" - dos quais o Raisl é apenas o mais popular e atualmente o exemplo melhor integrado.

Nós queríamos algo que integrasse Flex com RoR distintamente e trouxemos os princípios do design e da produtividade Rails para desenvolvimento em Flex. Nos achamos que Rails é um dos mais produtivos frameworks server-side e Flex é uma das melhores tecnologias RIA client-slide. Naturalmente, nós queríamos o melhor dos dois mundos.

Então, nós não estamos realmente competindo com Cairngorm, PureMVC ou Mate. Por exemplo, você pode escrever o código Flex que usa Ruboss em um estilo muito similar do Cairngorm, mas que emprega uma forma mais direta de utilizar o pattern command. No entanto, você também pode escrever código Flex que usa Ruboss de uma maneira mais resumida do que o estilo Cairngorm.

Armstrong avança ao descrever as características que tornam Ruboss especial:

Primeiro, nós somos o único framework Flex focado na utilização de CRUDs RESTful como uma interface comum quando se comunica com serviços tão diferentes quanto Rails, Merb e SQLite em AIR. Isto é simples, um design elegante permite o framework Ruboss ser estendido para suportar serviços que nos não temos necessidade ou tempopara suportar no momento. Por exemplo, um usuário de Ruboss está pensando em usá-lo para comunicar-se com o CouchDB. Portanto, Ruboss expande o range de alcance dos serviços que se integram extremamente bem com Flex.

Segundo, o código que você escreve com Ruboss não é apenas abstraído do mecanismo de transporte, mas também é simples e elegante.

Terceiro, você pode configurar e executar extremamente rápido. Você pode criar uma aplicação completa com Flex + Rails em 5 minutos usando o Ruboss. Nenhum outro framework Flex faz isso e nenhum framework Flex te leva de um modelo de dados para um aplicação em execução tão rápido quanto o Ruboss. Para ver como, siga o tutorial "pomodo" Ruboss.

Finalmente, nos percebemos que nenhum framework vai resolver todas as suas necessidades de integração de dados ou ser a arquitetura correta para todas as suas aplicações. Então, o que nos tentamos fazer é apenas tornar os 80% mais comum muito mais fácil.

Armstrong compartilha o roadmap para o framework Ruboss explicando:

Para o framework, planejamos adicionar suporte para sincronização de dados entre provedores de serviços locais e remotos, uma vez que esta é uma coisa que os desenvolvedores de aplicações tem que fazer eles sozinhos. Nós também planejamos levar o suporte ao Merb + DataMapper até o nível Merb + Active Record. Depois disso, nós pensamos em extender o Ruboss para suportar mais serviços, como o SimpleDB e Google AppEngine.

Peter Armstrong é também o autor do Flexible Rails e o autor principal do Hello! Flex 4.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Muito boa essa idéia by Felipe Rodrigues

Nesse link dá para ver quão simples é utilizar o Ruboss.
github.com/ruboss/ruboss_rails_integration/wikis

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

1 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT