BT

O "Ingrediente Essencial" do Desenvolvimento Ágil

por Mike Bria , traduzido por Yan Borowski em 04 Nov 2009 |

Há muitos debates sobre quais as competências que um desenvolvedor precisa, ou práticas que uma organização deve adotar para o Agile ser bem sucedido. Mas, embora inegavelmente importante, isso é realmente o que leva ao sucesso no Agile? Mark Schumann sugere que o "ingrediente essencial" da agilidade não são as tecnicas ágeis, mas sim a mentalidade ágil dentro dos níveis de gestão.

Schumman introduz a sua mensagem, salientando o que está realmente por trás das práticas ágeis de desenvolvimento em par, TDD e reuniões de pé:

O trabalho em par é importante, mas ele é mais importante que você estar feliz de ser corrigido algumas vezes uma dúzia de dias. Test-Driven Development é útil, mas é mais útil para imaginar uma centena de maneiras de como algo pode dar errado. Reuniões de pé podem ser eficazes, mas a confiança em seus companheiros, que deixa você livre para fazer seu próprio trabalho, que os torna realmente eficazes.

Ele então toma esse trio "correção, imaginação e confiança" e os leva a um outro nível, indicando-os como o verdadeiro ingrediente essencial. E que isso não ocorre apenas nas equipes, mas também ao nível de gestão:

Usando um clichê, Agile é realmente uma atitude ou uma mentalidade. E eu receio que tenha de começar do topo.

Não sei se há um nome de uma palavra para ela, mas tem de haver uma atitude no meio dos dirigentes de que eles não sabem tudo, que algumas coisas não são passíveis de controle, que a surpresa é algo que deve ser esperado. Você tem que confiar nas suas equipes, mesmo quando eles não entregam os resultados esperados. Você tem que imaginar mais do que um resultado possível. Você tem que aceitar a correção de suas primeiras impressões, com graça e com facilidade.

Schumann completa este pensamento por realmente encontrar a palavra que falta para isso, afirmando que "esforços ágeis bem-sucedidos começam com uma cultura de humildade".

Ele passa a resumir o seu ponto sobre a humildade como o "ingrediente essencial" da agilidade, afirmando que isso significa que devemos gerenciar com confiança, imaginação e a aceitação da correção:

Confiar significa que você tem que abrir mão do controle (muito).
Imaginação significa que você terá menos certeza.
Correção significa que você tem que reconhecer que você nunca teve perfeição para começar.
... as organizações que fazem bem com desenvolvimento ágil de software (ou qualquer outro tipo de trabalho ágil com este propósito) são as únicas que podem lidar com a perda de controle, segurança, e a garantia da Perfeição.

Reserve um tempo para ler o post completo, e uma referência a tirinha do Dilbert.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT