BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

Windows Workflow Foundation 4.5 adiciona versionamento e traz melhorias no Designer

por Jenni Konrad , traduzido por Adalberto Zanata em 16 Fev 2012 |

O Windows Workflow Foundation (WF) 4.5, anunciado em setembro de 2011 na conferência Build da Microsoft e lançado recentemente, é a primeira grande atualização da biblioteca desde que o WF4 foi lançado no início de 2010. A nova versão busca atender aos desejos dos clientes, incluindo também várias atualizações para o Designer e o runtime, bem como um novo processo de controle de versões. O WF4.5 também adiciona dois novos modelos de desenvolvimento: fluxos de trabalho (workflows) do tipo Contract-First (que utiliza informações de um serviço preexistente) e de Máquina de Estados.

As melhorias no Designer incluem:

  • Funcionalidades de pesquisa: busca rápida e localização em arquivos (apenas no Visual Studio);
  • Possibilidade de se adicionar anotações em variáveis, atividades, argumentos e em outros itens;
  • Melhor suporte para o gerenciamento de fluxos de trabalho muito grandes: seleção múltipla de atividades, criação automática de sequência de atividades, 'nós' de autoconexão e inserção automática ao lidar com fluxos de trabalho do tipo Flowchart e Máquina de Estados;
  • Validação do fluxo de trabalho durante a sua criação.

A capacidade de versionamento foi a adição mais importante do WF4.5. Agora os desenvolvedores podem adicionar versões às instâncias de fluxos de trabalho através da nova classe WorkflowIdentity. O WorkflowServiceHost (contêiner para execução de fluxos de trabalho) é capaz de executar simultaneamente múltiplas versões de um mesmo fluxo de trabalho, de modo que as novas instâncias sejam criadas usando apenas a versão mais recente do fluxo (Instâncias existentes continuarão a funcionar com a versão anterior). Além disso, o mecanismo Dynamic Update permite que as definições do fluxo sejam atualizadas enquanto a instância do fluxo está sendo executada.

As novas melhorias no runtime são as seguintes:

  • Pode-se utilizar expressões em C#, e não apenas em Visual Basic;
  • Novas atividades, incluindo a NoPersistScope, para impedir que a persistência ocorra durante a execução de atividades filhas;
  • Os fluxos de trabalho (workflows) podem agora ser executados no modo Partial Trust (que limita parcialmente o acesso da aplicação aos recursos da máquina), em vez de exigir o modo Full Trust (que dá acesso total aos recursos da máquina pela aplicação);
  • Melhorias de desempenho no Visual Studio.

Um dos novos modelos de desenvolvimento do WF4.5 é o Contract-First, uma ferramenta para o desenvolvimento de fluxos de trabalho que permite criar um contrato em código e, com apenas alguns cliques, no Visual Studio, gerar automaticamente um template de atividade na caixa de ferramentas, representando cada operação. O outro modelo permite a criação de fluxos de trabalho baseados em Máquina de Estados, funcionalidade que já havia sido introduzida no .NET Framework 4 Update 1, após o lançamento do WF4.

A Microsoft também está trabalhando para levar o WF à nuvem. Para mais informações, assista ao vídeo Construindo aplicações com Windows Workflow Foundation e Windows Azure, disponível no Channel9. Consulte também a listagem completa das melhorias da nova versão do Windows Workflow Foundation no portal MSDN.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT