BT

Business Craftsmanship: uma abordagem para a transformação do conhecimento no trabalho

por Ben Linders , traduzido por Marcelo Costa em 23 Nov 2012 |

Em meados do mês de setembro de 2012, Tobias Mayer, um explorador inquieto e criativo dos métodos ágeis, definiu o "Business Craftsmanship" como uma abordagem de desenvolvimento e transformação organizacional que tem o objetivo de ensinar e aplicar ideias do desenvolvimento de software ágil em qualquer área do conhecimento profissional:

Adotei os princípios e valores fundamentais inerentes à forma ágil de trabalhar e os combinei com a minha própria experiência de vida e carreira para construir uma abordagem de transformação centrada nas pessoas. Com isso, tenho guiado empresas a um novo modelo organizacional e a uma nova forma de pensar.

A abordagem "Business Craftsmanship" engloba os propósitos fundamentais do Scrum:

Ela [a abordagem Business Craftsmanship] dá condições para uma empresa compreender o motivo pelo qual essa abordagem pode ser útil, antes de lidar, de fato, com o quê fazer ou como fazê-lo (o foco usual de uma adoção Ágil). Inicia-se com um senso de propósito muito claro, tanto do ponto de vista empresarial como para cada indivíduo na empresa, criando um ambiente e uma força de trabalho engajada capaz de descobrir o "o quê" e o "como" por si mesmos.

A publicação "Valores Essenciais", também de Mayer, traz um olhar crítico aos valores do Scrum:

Os cinco valores mencionados pelos autores do guia original de Scrum são: Foco; Coragem; Abertura; Compromisso e Respeito. Deixando a Coragem de lado, que concordo ser um valor fundamental, os demais valores parecem não considerar algo básico e de muito valor: definir o jeito de ser, independentemente de qualquer ação.

Mayer continua descrevendo, então, o que acredita ser os valores fundamentais para que uma comunidade saudável possa se destacar:

  1. Coragem - busque seu extremo; fale de dentro de seu coração;
  2. Confiança - lidere com base em confiança, não suspeitas;
  3. Congruência - aja com integridade, para que suas ações e seus sentimentos estejam sempre em sintonia;
  4. Humildade - reconheça suas singularidades (aquilo no qual você é bom), valorize seus pontos fortes, mas se esforce para ser apenas um colaborador entre outros colaboradores;
  5. Serviço - esteja alerta às necessidades dos outros; solicite e ofereça ajuda em igual proporção; o serviço está tanto em receber como em doar.

O Manifesto Ágil declara que: "Nós valorizamos indivíduos e interações entre eles mais que processos e ferramentas". A publicação "Em Louvor aos Processos" no blog de Tobias Mayer, explica como o Scrum pode ajudá-lo no equilíbrio entre pessoas e processos:

Scrum é um framework de valores, princípios e práticas, o qual permite que um processo surja por si só, adequando-se ao contexto das pessoas, produtos, interações e com o ritmos da empresa.

Já temos processos e estes não irão embora. O que precisamos é de melhores processos e iguala-los em valor a pessoas e interações (um depende do outro).

O blog Business Craftsmanship mostra o trabalho que Mayer tem feito ao longo dos últimos sete anos sob o nome de Pensamento Ágil (Agile Thinking) e Anarquia Ágil (Agile Anarchy). Mayer também foi entrevistado anteriormente pelo InfoQ, quando então compartilhou suas opiniões sobre a Scrum Alliance e outros temas envolvendo Scrum.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT