BT

DevOps: Ganhos sobre a cultura tradicional de operações

por Aslan Brooke , traduzido por Gabriel Ozeas em 05 Jun 2013 |

A Rebel Labs (do JRebel) publicou recentemente um relatório de produtividade colocando o DevOps como iniciativa fundamental para 2013 com benefícios tangíveis para engenheiros, gerentes e áreas de negócios. O relatório apresenta conclusões nas seguintes categorias: o dia-a-dia do trabalho, falhas e respostas das aplicações, ferramentas e versões de software. O recado passado foi resumido da seguinte forma:

O DevOps como cultura e metodologia traz ganhos reais para a maioria das organizações - no entanto, o nível de dificuldade para se chegar lá está ligado a vários fatores.

De acordo com o relatório, a cultura DevOps traz ganhos devido aos seguintes aspectos:

  • Equipes de DevOps gastam mais tempo, se comparadas às equipes tradicionais de operação em TI, automatizando tarefas, melhorando a infraestrutura, trabalhando em auto-aperfeiçoamento e realizando atividades "sociais";
  • Equipes de DevOps são duas vezes mais propensas a se recuperar de falhas, em menos de dez minutos, quando comparadas a equipes tradicionais de operação;
  • Equipes de DevOps lançam novas versões de software em metade do tempo, se comparadas às equipes tradicionais.

A Rebel Labs também apontou ferramentas de produtividade usadas pelas equipes de DevOps no seus processos. As ferramentas utilizadas mais citadas, incluem:

  • Testes automatizados: Selenium e JUnit;
  • Configuração de infraestrutura: Puppet e Chef;
  • Monitoração: Nagios;
  • Linguagens de script: Bash Shell Script, Python, Ruby e Perl;
  • Editores populares: VI/VIM/Gvim.

A empresa gerou as estatísticas e comparações citadas, a partir de um levantamento com 620 contatos, com conhecimentos voltados para a plataforma Java.

As conclusões do relatório foram expostas em apresentação no DevOps Day 2013, em Austin, Texas. A mensagem foi clara sobre a cultura DevOps ter vantagens sobre a tradicional Operação em TI. A Rebel Labs publicou um vídeo curto com um resumo ilustrativo de cada seção do relatório.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT