BT

Novo conector liga repositório de dados do Heroku e Salesforce

por Richard Seroter , traduzido por Daniel Viveiros em 17 Jun 2014 |

O Heroku, adquirido pela Salesforce.com em 2010, acaba de lançar seu primeiro serviço de integração entre as duas plataformas na nuvem. A sincronização de dados bi-direcional entre o Heroku Postgres e o banco de dados Salesforce (Oracle) se posiciona como uma maneira de conectar aplicativos móveis e o público geral hospedados no Heroku com sistemas corporativos rodando no Salesforce.

O Heroku e o Force.com são considerados ambientes de desenvolvimento de aplicações completamente diferentes. O Heroku é para aplicações customizadas e escaláveis que usam frameworks open source e um conjunto de serviços adicionais oferecidos pela própria plataforma, enquanto o Salesforce oferece um ambiente visual para criação de novas funcionalidades com uma linguagem de programação proprietária para customizações. A Salesforce, entretanto, posiciona-os como produtos complementares. Até recentemente, desenvolvedores Heroku que queriam integrar com a nuvem da Salesforce tinham apenas a API ou linha de comando à disposição para a tarefa. Isso mudou em novembro quando o Heroku anunciou a chegada do novo produto de integração. Em meados de maio deste ano, o Heroku divulgou o Heroku Connect e anunciou-o no blog da empresa.

Esse novo produto do Heroku é um serviço de sincronização, conceitualmente similar ao Dropbox ou iCloud. Havendo a sincronização dos dados entre uma implantação do Salesforce e um banco de dados Postgres do Heroku. Juntando essas camadas de dados do Force.com e da plataforma do Heroku - e assim permitindo que os mesmos dados sejam refletidos de maneira transparente nas bases nativas de cada produto - será possível criar aplicações com o melhor oferecido por cada plataforma, sem necessidade de traduções ou integrações entre elas.

Na entrevista ao TechCrunch, Scott Holden o VP de Marketing da Salesforce, explicou que os clientes demandavam uma melhor integração e mais transparência entre as aplicações executando em cada ambiente.

Holden explicou que as empresas hoje em dia estão querendo criar aplicações que interajam com o consumidor final, mas sem uma boa compreensão do que fazer quando isso acontecer. "Eles estão lançando aplicações sem um vínculo claro com o negócio", disse Holden.

O que esses produtos fazem é permitir uma conexão entre análises de dados corporativas e aplicações de negócio, de modo que as áreas de negócio possam ver o que os seus consumidores estão fazendo nos aplicativos oferecidos pela empresa, e possivelmente usar essas informações para alimentar sistemas de automatização de marketing para levar mensagens e ofertas baseadas nas ações individuais de cada consumidor. É a união de processos de negócio e engajamento do consumidor em um único pacote, explica Holden.

Desenvolvedores (ou usuários de negócio com mais habilidades em tecnologia) vão poder definir qual conjunto de objetos padrão ou customizados do Salesforce serão copiados. Por padrão, os dados são obtidos do Salesforce a cada 10 minutos e carregados no esquema de dados replicado no Heroku Postgres. Se uma sincronização bi-direcional de leitura e escrita for configurada, mudanças são levadas de volta ao Salesforce a cada 5 minutos. O serviço é projetado para sincronizar de volta apenas as colunas modificadas, para diminuir possibilidades de conflitos. Enquanto o Heroku Connect é provisionado no mesmo data center que a aplicação Heroku está rodando, ainda não é clara a distância entre esse data center e o da Salesforce propriamente dito.

O Heroku Connect conecta de forma segura com a API da Salesforce para sincronizar dados, e escolhe automaticamente entre as APIs SOAP ou Bulk da Salesforce dependendo do tamanho dos dados. Um dos benefícios anunciados deste conector é permitir que os desenvolvedores usem a sintaxe tradicional do SQL para "buscar" dados do Salesforce ao invés de utilizar a API. Aplicações para dispositivos móveis podem gerar sobrecarga em sistemas de cadastro e o Heroku vê esse conector como uma maneira de melhorar o desempenho dessas aplicações.

Como todos os dados são armazenados no banco de dados, o Heroku Connect permite que o Postgres funcione como uma API de cache, rapidamente respondendo às requisições de leitura sem demandar chamadas de volta para o Salesforce. Todas as features do Postgres - incluindo índices, extensões e tipos de dados especiais, estão disponíveis para escalar o acesso a dados em tempo real.

Desenvolvedores podem inscrever-se para o Heroku Connect e explorar todas as funcionalidades no Heroku Dev Center.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT