BT

O que esperar do React, Angular e Vue em 2017

| por David Iffland , traduzido por Diogo Carleto em 06 Jan 2017. Tempo estimado de leitura: 2 minutos |

2016 foi um ano bastante movimentado para o JavaScript, como linguagem e com a evolução dos seus frameworks. O ano de 2017 será bem parecido, com muitas mudanças empolgantes.

O framework com maior crescimento no momento é o vue.js. Em 2016, o criador Evan You começou a trabalhar em tempo integral no vue.js, liberando a versão 2.0 em setembro. A comunidade frequentemente fala do Vue com uma alternativa realística para o status quo dos frameworks JavaScript.

Para 2017, You espera que o crescimento continue e apresentou planos, incluindo melhores testes e melhorias na experiência do desenvolvedor. No momento uma solução de renderização nativa está em andamento, e o Vue passou a ser o runtime JavaScript do weex (framework multi-plataforma da Alibaba).

O React baseado no navegador ficou relativamente parado em 2016. A versão 15.0 foi liberada em abril, ouviremos falar mais sobre o React Fiber, que é descrito como uma "reimplementação do algoritmo do núcleo do React". Dan Abramov disse que "ainda há muito trabalho a fazer", mas deve ser lançado na versão 16.0 ou 17.0 do React.

Grande parte do trabalho da equipe do React está em liberar o Fiber em 2017, mas essa é uma mudança significativa. O Fiber é uma "reescrita completa do React", embora o objetivo seja "manter a compatibilidade com as versões anteriores sempre que possível". Uma vez com o Fiber entregue, o Facebook espera ter "aplicações web com 60 fps e animações".

Para o Angular, o ano de 2016 acabou cheio de incertezas. À medida que as semanas passavam, o Angular 2 parecia crescer, abrangendo mais casos de uso inalcançáveis. Finalmente lançado em setembro, chegou como uma das plataformas mais completas que os desenvolvedores podem usar.

O Angular 4 está nos planos para 2017. Tecnicamente incluirá alterações significativas, mas não devem ser tão drásticas quanto a mudança da versão 1 para a 2. Como os desenvolvedores ficam mais familiarizados e confortáveis com o Angular 2 e o TypeScript, o ano de 2017 deve ser um ano de amadurecimento e crescimento para o Angular 2 e todo seu ecossistema.

Não deixado para trás, o Angular 1 teve as versões 1.5 e 1.6 liberadas. Os planos para 2017 são continuar trabalhando na versão 1.6.x.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

VueJS vs Angular 2 by Matteus Barbosa

Reparei em diversos debates em 2016, a respeito da aplicabilidade das ferramentas vue e angular2. Acho que VueJS ganhou o respeito e credibilidade com os desenvolvedores Laravel, talvez pela simplicidade ao manter JavaScript como sintaxe de codificação. Angular 2, ainda em versão beta por muito tempo, teve suas investidas no TypeScript da Microsoft muito "radicalmente", ponto onde muitos como eu levaram muito tempo para entender o por quê de um software opensource se aliar a uma iniciativa de uma empresa privada. Obs: Concluí que TS era realmente um "mal" necessário! Na prática com ng2, A documentação (com mudanças constantes) foi suficiente para desenvolvimento de uma aplicação funcional, porém tive dificuldades na manipulação de arquivos. Faltou documentação para testes, e isso me desmotivou bastante com o passar do tempo. Hoje a aplicação está parada, mas aguardo otimista por novas releases do frame!

Ember no Brasil? by Cristofer Sousa

Mesmo a ThoughtWorks falando sobre a importância de adotar Ember nos projetos, qualquer artigo no Brasil que se fala sobre FW Front-end pouco se fala sobre o mesmo.

Abraços

VueJS vs Angular 2 by José R de Sousa

Já dizia um sábio profº meu, "Se está complicado, esta errado!". Angular(1) passou de simples para complexo(Angular 2) e chato! Polymer, Ember, VueJS, React irão demonstrar isso com o tempo.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

3 Dê sua opinião
BT