BT

Novidades O InfoQ vem desenvolvendo uma série de novas funcionalidades para melhorar sua experiência com o site. Confira!

Oracle planeja migrar o Java EE para uma Open Source Foundation

| por Tim Hodkinson Seguir 5 Seguidores , traduzido por Leandro Guimarães Seguir 3 Seguidores em 24 ago 2017. Tempo estimado de leitura: 3 minutos |

A Oracle está planejando migrar a gestão e o desenvolvimento da plataforma Java EE para uma fundação open source. A migração deverá ocorrer logo após o lançamento da próxima release, o JEE 8, que deve ser lançado em breve. A empresa afirma que continuará a dar suporte ao Weblogic Server, que foi construído seguindo os padrões JEE.

Em um post publicado para a Comunidade JEE, David Delabassee, Evangelista JavaEE da Orale, disse que a migração da plataforma para uma fundação open source será uma forma de se modificar o processo de governança e usufruir de benefícios como um processo mais ágil e licenciamentos mais flexíveis. Essas são áreas onde o desenvolvimento do Java EE é visto com falhas quando comparado a outras comunidades open source. A migração também irá incluir o kit para teste de compatibilidade e as implementações de referência.

Nos últimos anos, a Oracle vem sendo criticada sobre sua forma de administração do JEE. Críticas ilustradas, por exemplo, em uma petição online pedindo à Oracle um maior comprometimento com a plataforma. O grupo por trás dessa petição, chamado de Java EE Guardians, foi criado em 2016 para proteger e evangelizar a plataforma, quando a Oracle demonstrasse uma perda de foco. A lista de membros do Java EE Guardians incluem grandes nomes da comunidade Java, como James Gosling (conhecido como o pai do Java).

Como era de se esperar, os comentários do Java EE Guardians a respeito do anúncio da Oracle foram bastante positivos. Um dos fundadores do grupo, Reza Rahman, disse ao InfoQ:

Eu realmente acredito que isso é uma movimentação bastante positiva, que todos devíamos receber de coração aberto. É um movimento fundamental e que promete mudanças para todo o ecossistema Java e, quem sabe, até mesmo para a TI mundial. Representa um passo crítico para se ter um Java mais aberto.

Reza fez questão de frisar que isso faz com que o papel da comunidade deixe der ser o de lidar com fornecedores (em especial a Oracle) e passa a ser ter uma voz mais ativa em decidir o melhor caminho para se ter um Java EE totalmente aberto.

Ryan Cuprak, um outro membro do Java EE Guardians, também recebeu muito bem o anúncio, mas pontuou algumas preocupações. Ao InfoQ, ele disse que sua maior preocupação era em saber quem irá definir a visão e o roadmap a partir do momento que a Oracle deixar esse papel, e qual seriam as consequências disso no JCP e nos modelos de governança existentes.

A IBM também recebeu positivamente essa movimentação, com Ian Robinson elaborando uma conexão entre essa questão e a iniciativa em torno de microprofile:

A IBM está orgulhosa em ser um dos colaboradores e desenvolvedores da especificação da plataforma desde seu início e nós estamos satisfeitos com o fato do Java EE estar migrando para uma fundação open source para manutenção de seu desenvolvimento logo após a finalização do Java EE 8 esse ano.

Esse ano eu já havia escrito sobre a criação do projeto Eclipse MicroProfile para guiar a inovação em torno da modernização do Java enterprise para microservices em uma comunidade aberta. Como um membro da comunidade MicroProfile, eu estou muito agradecido de ver a movimentação do Java EE na mesma direção.

Em um outro post, a Oracle confirmou seu comprometimento em continuar a dar suporte ao servidor Weblogic JEE, continuando a alavancar o seu uso na Oracle Cloud Java Cloud Service assim como em outros provedores PaaS e SaaS. No que diz respeito ao Java EE, a empresa diz estar empenhada em cumprir compromissos com clientes, desenvolvedores, consumidores, contribuidores, parceiros e licenças, e continuará a suportar as implementações Java EE e futuras implementações do Java EE 8. Porém, após a release 8, a empresa não continuará a desempenhar o papel da liderança. A ideia da Oracle é de criar um diálogo com a comunidade, licenciados e potenciais fundações para determinar o direcionamento da plataforma a partir de então.

A principal pergunta no momento é qual fundação open source será o melhor destino para o Java EE. Uma pesquisa extra-oficial feita por Reza Rahman indica um favoritismo da Apache Software Foundation.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT