BT

JavaOne Keynote: Oracle fala sobre Blockchain, Bots e Serveless

| por Matt Raible Seguir 5 Seguidores , traduzido por Mayra Michels Seguir 0 Seguidores em 06 fev 2018. Tempo estimado de leitura: 11 minutos |

Para melhorar a experiência das pessoas que acessam o InfoQ Brasil, nós criamos uma série de funcionalidades que te permitem ficar pode dentro das últimas tendências e das novidades de seu interesse, sem que você seja incomodado por coisas irrelevantes. Receba e-mails periódicos e notificações sobre seus tópicos favoritos!

A novidade para os desenvolvedores presentes no JavaOne de 2017 se concentrou na comunicação e oferta da nuvem da Oracle. A Oracle forneceu uma atualização do Oracle Developer Community, o OTN re-lançado que foi havia sido anunciado no JavaOne de 2016, e forneceu diversas demonstrações e revisões da Oracle Cloud, incluindo mostrar a integração com duas empresas que a Oracle adquiriu, Apiary e Wercker, falando sobre sua plataforma de bot, Blockchain e sua oferta "sem servidor". O Buster Benson da Slack, também falou sobre a API e a customização da Slack. O vídeo completo está disponível on demand; a seguir, fornecemos um resumo dos principais destaques.

Depois de falar sobre o Oracle Code, Chin falou sobre a Oracle Technology Network, muitas vezes chamada OTN. A equipe da OTN decidiu que queria um maior envolvimento com pessoas, comunidade e desenvolvedores. Em vez de falar sobre tecnologia em geral, foram abordados conteúdo sobre JavaScript, Java, DBAs e DevOps. Por isso, o OTN foi renomeado para o Oracle Developer Community. O site da comunidade, developer.oracle.com, lançado no ano passado no JavaOne. A equipe publica regularmente artigos de tecnologia e exemplos de como implementar e usar diferentes linguagens de programação com o Oracle Cloud e outros produtos. É um ótimo lugar para aprender sobre o que é Oracle Code e todos os eventos.

A equipe também migrou as contas de redes sociais para usar essa marca. É possível encontrar @OracleDevs no Twitter, Medium, YouTube e Facebook. Além dos artigos, também são oferecidas algumas outras ferramentas de aprendizagem:

  • MOOCs (Massive Open Online Courses) todos gratuitos;
  • Webcast on-line de codificação e entrevistas com os desenvolvedores;
  • Boletim informativo do desenvolvedor, com atualizações mensais;
  • Oracle Zip Labs - Laboratórios práticos para desenvolvedores, com desafios e brindes;
  • Entrevistas com desenvolvedores lendários, campeões e palestrantes brilhantes.

A Oracle reconheceu que a comunicação é crítica, daí o motivo de muitos desses esforços.

Para ajudar a entender essa questão, Chin convidou Buster Benson, chefe do produto da plataforma na Slack, para se juntar ao palco. Benson começou perguntando: "O que é Slack?". Então Chin descreveu isso como uma plataforma de mensagens com 50 mil clientes pagantes, que trabalham +10 horas por dia em média. É a interface do trabalho.

A razão pela qual tantos clientes acham o Slack valioso é porque fornece um excelente caminho para a comunicação entre humanos. É o coração que faz o Slack. Em um alto nível, o Slack ajuda 1) a encontrar pessoas e informações; 2) construir uma compreensão compartilhada; e 3) tomar boas decisões rapidamente.

O Slack tem mais de 1.000 aplicativos. E 90% das equipes pagas usam os aplicativos ativamente.

Por meio do Slack Enterprise, descobriram que todas as empresas são especiais e unicas à sua maneira. No entanto, existem algumas coisas que todas as empresas querem fazer melhor:

  • Caso de uso #1: obtenha notificações oportunas sobre coisas importantes. Como está o negócio, não apenas quando as coisas estão pegando fogo;
  • Caso de uso #2: saiba quando ocorre algo importante. Aprovar ou rejeitar diretamente do Slack;
  • Caso de uso #3: puxe o contexto relevante para a conversa. Muitas vezes, é difícil retirar informações por trás dos links. A solução para isso foi chamada de "aplicativos estendidos";
  • Caso de uso #4: passe as informações estruturadas ao redor de forma transparente. Solução Slack: diálogos;
  • Caso de uso #5: prepare-se para os bots. Donut é um dos favoritos, pois é possível combinar com alguém para fazer café ou trazer rosquinhas. Saber com quem se fala e conectar com novas pessoas.

O Slack visa fornecer uma infinidade de opções personalizáveis, tornando mais fácil para as pessoas dentro de uma organização criar os processos e ferramentas que todos usam. A documentação da API Slack pode ser encontrada em api.slack.com e seu diretório de aplicativos em slack.com/apps.

A próxima parte da palestra foi com Amit Zavery, vice-presidente sênior da Oracle Cloud Platform.

Zavery começou dizendo que é um momento excelente e emocionante para os desenvolvedores. O mundo mudou um pouco nos últimos anos. Costumávamos ter elementos codificados; agora temos uma montagem dinâmica de experiências combinadas. Havia um ciclo de desenvolvimento de aplicativos de 12 a 18 meses; agora há um ciclo de desenvolvimento zero que é de dias ou mesmo horas. Costumava haver equipes centralizadas; agora existem diferentes equipes com preferências diferentes (poliglota). As aplicações monolíticas deram lugar a componentes menores (para microservices). Em vez de apenas criar outro aplicativo, estamos criando interfaces atraentes para dispositivos móveis e chatbots. Muitos desenvolvedores também estão adotando o design de API-first.

Isso está causando novas demandas de desenvolvimento de aplicativos. Os desenvolvedores querem escrever microservices poliglotas, implantar aplicações em contêineres (com Docker), fazer o DevOps com ferramentas prontas como o Gradle, Maven e Git. A equipe do DevOps quer escalação elástica, monitoração de desempenho inteligente e eles querem entregar aplicativos rapidamente.

Zavery descreveu uma demonstração intitulada "A arte de comprar um carro". Foram apresentados slides com screenshots de um aplicativo que pode lhe dar um histórico de um carro no seu telefone usando o Facebook Messenger como a interface de usuário para o aplicativo. Esse aplicativo permite carregar uma foto de uma placa e obter o histórico do carro em alguns segundos. O chatbot, em seguida, verifica se sua intenção é comprá-lo e então mostra carros similares na sua área com base no código postal. Zavery nomeou isso como "API-first, desenvolvimento móvel sempre".

Para falar sobre desenvolvimento de API-first, Zavery convidou Jakup Nesetril ao palco. Nesetril é vice-presidente de API de serviço de desenvolvimento de produção da Oracle Cloud Platform e trabalhava na Apiary antes da Oracle ter adquirido.

A presença de Nesetril foi para falar principalmente sobre como fazer API-First - tanto para design quanto para desenvolvimento.

API Platform diagram

Nesetril mencionou que 300.000 desenvolvedores estão atualmente usando Apiary. O Apiary permite descrever sua API com o estilo Markdown. Ao escrever a documentação é possível executar comandos (por exemplo) diretamente no servidor de simulação. É possível subir o código diretamente para o Github, e há uma sincronização bidirecional. É possivel editar os arquivos no apiary.io ou via GitHub.

Apiary Editor

Essa demostração foi usada para anunciar que a Oracle oferece o Gerenciamento de Ciclo de Vida completo da API. No qual é possível analisar, projetar, consumir, governar, proteger e monetizar suas APIs, de ponta a ponta.

Para falar sobre Microservices: Build, Deploy e Iterate, Anand Kothari foi levado ao palco. Kothari é um diretor sênior de gerenciamento de produtos na Cloud Native Apps da Oracle Cloud Platform.

A primeira coisa que se quer fazer em microservices é ter um ciclo de desenvolvimento completo com CI/CD. Para isso, é preciso gerenciar e rastrear processos de desenvolvimento ágil, melhorando a colaboração em equipe e obtendo o gerenciamento de código-fonte. Kothari disse que a Oracle Cloud oferece todos esses recursos, e contém alguns add-ons astutos, como integração de Slack e implantação com um clique em qualquer container.

O Oracle Developer Cloud Service é um gerenciamento automatizado de containers que roda em tempo de execução, além de ser poliglota. Fornece um tempo de execução de container elástico, é altamente disponível e projetado para aplicativos modernos, leves e poliglotas. Isso permite aproveitar vários conjuntos de habilidades de desenvolvimento. A orquestração e o agendamento de containers embutidos também são simples.

Kothari then did a demo of Oracle Developer Cloud Service. The UI looked a lot like GitHub for source control. It has an Agile tab with a backlog, active sprints, reports, swimlanes and other project management features. The Build tab offered continuous integration and looked a lot like a reskinning of Hudson. The Deployment tab shows deployment history and production apps statistics (e.g., memory usage). He also showed how you can use this interface to bind apps to services (e.g., databases).

Kothari realizou uma demonstração do Oracle Developer Cloud Service. A UI era muito parecida com o GitHub de controle de versão. Possui um guia Agile com um backlog, sprints ativos, relatórios, swimlanes e outros recursos de gerenciamento de projetos. a guia Build oferece uma integração continua e muito parecida com um reskinning de Hudson. A guia de Implantação mostra o histórico das implantações e estatisticas do aplicativos de produção (por exemplo, uso de memória). Ele também mostrou como você pode usar essa interface para vincular aplicativos a serviços (por exemplo, bancos de dados).

Oracle Developer Cloud Service

Kothari mostrou como o sistema pede uma atualização para Java 9, e escolher "sim" faz uma atualização contínua sem tempo de inatividade.

Essa demonstração foi usada para anunciar que a Oracle oferece o Container Native Application Development.

Grande parte da oferta Cloud Native da Oracle vem da Wercker, empresa adquirida que possui serviço em nuvem de pipelines de containers. Não oferece só CI/CD, mas também fornece implantação de container para Kubernets e Registery para que se possa gerenciá-los na infraestrutura da Oracle Cloud. A Oracle recentemente aderiu a Cloud Native Computing Foundation. Kothari também mencionou os microserviços e funções serverless, uma futura plataforma de desenvolvimento de aplicativos.

Em seguida, foi a vez de Arun Goel, que falou sobre Segurança Cloud: proteção e monitoramento. Goel é diretor do Product Management, Identity e CASB da Oracle Cloud Platform, o componente de segurança de oferta na nuvem da Oracle.

Identity and Security Automation

O CASB mostra eventos de risco e usuários ousados, com base em uma pontuação. É possível ver de onde um usuário está tentando fazer logon (por exemplo, em todo o mundo).

Sushas Uliyar tomou o palco para falar sobre "Next-Gen Engagement: ascensão dos Bots".

Uliyar demonstrou os bots usando uma interface de conversação. O sistema de demonstração retornou ao tema apresentado anteriormente - compra de carro usado, também usando o Facebook Messenger para falar com o bot. Uliyar carregou uma imagem, e o programa de AI processou a imagem, descobrindo o modelo, ano e odômetro, devolvendo essa informação juntamente com uma foto do carro, para a janela de bate-papo.

O bot então sugeriu "Você quer ver mais sobre o histórico do carro?", selecionando "Sim", é apresentado os proprietários anteriores, recordações conhecidas e histórico de acidentes. Em seguida, o bot pergunta "Você está pensando em comprar-lo?", se sim, "Você quer ouvir minha recomendação de preço?", se sim, o bot detecta seu código postal e diz que existem carros similares em sua área "Você deseja vê-los?".

O construtor do bot faz parte da Oracle Cloud Platform. Para desenvolver um bot, são necessários três partes diferentes:

  • Parte 1: configurar e treinar a engine do MLU;
  • Parte 2: design de diálogo conversacional;
  • Parte 3: integração (canais front-end, por exemplo, Messenger) e integração do backend.

Esse processo começa incluindo uma intenção. Havia duas intenções nesse exemplo: saldo e número da placa.

Oracle Mobile Cloud

Então é feita a extração da Entidade. O bot tenta identificar coisas como "Tesla" e "tomorrow". Que são os tipos de dados básicos, como também endereço, moeda, data, duração, e-mail, número e número de telefone. Como desenvolvedor não é preciso codificar isso. Isso é automaticamente atendido pela engine do MLU.

Uliyar mostrou como tudo isso é conduzido por uma linguagem de script baseada em YAML. Podendo adicionar um serviço que conecta seu microservice ou uma chamada de função. A parte final é a configuração dos canais. Há muitas diferenças entre os canais.

No final da demonstração, Uliyar anunciou algumas coisas:

  • Plataforma de Conversação AI, na qual é possível melhorar as experiências com a interação conversacional;
  • Blockchain Cloud Service;
  • Principais aprimoramentos da plataforma de dados.

Blockchain Cloud Service

Uliyar também mostrou algumas estatísticas sobre a situação do Oracle Cloud Platform.

Para fechar o discurso, o fundador do movimento DevOps e CEO da Zender.tv, Patrick Debois foi convidado ao palco. Sua conversa intitulada como "Serverless to ServiceFull, como a mentalidade do DevOps está evoluindo" (os slides estão disponíveis no SlideShare).

A conversa de Debois foi principalmente sobre as empresas de "ServiceFull". Eles compram serviços existentes em vez de construir seus próprios. A Netflix faz isso com a AWS. Slack faz isso com o Google. O Serverless é o próximo passo das máquinas e containers virtuais. Publicando uma função de cada vez.

A Oracle também possui sua própria oferta serverless no projeto Fn. O Fn é uma plataforma sem servidor nativa de conteiner que pode executar em qualquer lugar. É licenciado como Apache, escrito em Go, e o código foi aberto no palco durante o Java Keynote no JavaOne.

Resumo e pensamentos

A Oracle Code e a Oracle Developer Community sugerem que a Oracle reconhece que os desenvolvedores são os novos Kingmakers.

Este keynote foi agradável de assistir, porque a Oracle destacou alguns aplicativos e produtos impressionantes. Concedido, muitos deles vieram de empresas que foram adquiridas, mas para uma empresa que historicamente lutou para desenvolver bons produtos para desenvolvedores internos, comprando outras empresas estabelecendo sua credibilidade.

A Oracle Cloud tem algumas ofertas convincentes, mas está chegando tarde no mercado e pode lutar contra concorrentes mais estabelecidos, como Cloud Foundry e AWS.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT