BT

Início Notícias IBM adquire Red Hat por 34 bilhões de dólares

IBM adquire Red Hat por 34 bilhões de dólares

Favoritos

A IBM anunciou no dia 28/10 que vai adquirir a empresa de software open-source Red Hat por US$ 34 bilhões, o maior acordo que a IBM já fez, segundo a Reuters. O acordo ajudará a IBM a expandir seu alcance como um provedor corporativo de computação em nuvem.

Em uma declaração conjunta à imprensa, Jim Whitehurst, presidente e CEO da Red Hat, declarou:

Unir forças com a IBM nos proporcionará um nível maior de escala, recursos e capacidades para acelerar o impacto do código aberto como base para a transformação digital e levará a Red Hat a um público ainda maior - tudo isso preservando nossa cultura única e compromisso inabalável com a inovação em código aberto.

Ginni Rometty, Presidente e CEO da IBM, declarou: "A IBM se tornará a fornecedora de nuvem híbrida número 1 do mundo, oferecendo às empresas a única solução de nuvem aberta que irá liberar o valor total da nuvem para seus negócios".

Em uma sessão de perguntas e respostas, Arvind Krishna, vice-presidente sênior da IBM Hybrid Cloud, afirmou:

Estamos comprometidos em manter a cultura, a liderança e as práticas da Red Hat. É importante lembrar que a IBM há muito tempo é uma defensora da comunidade de código aberto, começando com nosso investimento de US$ 1 bilhão no Linux há 20 anos. Com cada ciclo da tecnologia nas últimas duas décadas, a comunidade de código aberto desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento, e isso nunca foi mais aparente do que hoje, pois as empresas trabalham para transferir seus aplicativos de negócios para a nuvem. Dentro dessa comunidade de código aberto, a IBM e a Red Hat tiveram um relacionamento longo e bem-sucedido. Tanto a IBM quanto a Red Hat contribuíram mais para a comunidade de código aberto do que qualquer outra organização. E compartilhamos muitas crenças comuns - começando com o fato de que o mundo da TI é, e continuará a ser, híbrido.

A Red Hat se descreve como um provedor líder de software e serviços de código aberto para clientes corporativos, com foco em computação em nuvem e servidores Linux. Em 2012, tornou-se o primeiro fornecedor de software de código aberto a ultrapassar US$ 1 bilhão em receita.

A última receita anual reportada da Red Hat, de 12 meses até fevereiro de 2018, foi de US$ 2,9 bilhões, 21% a mais que no ano anterior, com lucro de US$ 259 milhões, praticamente estável no ano anterior.

A IBM informou uma receita pior do que a esperada em sua atualização de ganhos mais recente. A empresa tem trabalhado para alcançar a Amazon, Microsoft e Google na área de infraestrutura para nuvem.

O acordo entre a IBM e a Red Hat deve ser concluído no segundo semestre de 2019. Neste ponto, a Red Hat se unirá à equipe Hybrid Cloud da IBM como uma unidade distinta, com Whitehurst (da Red Hat) se juntando à equipe de gerenciamento sênior da IBM, subordinada a Rometty.

2018 tem sido um ano movimentado pelas fusões, mas o acordo da IBM com a Red Hat é, de longe, o maior acordo de tecnologia a ser anunciado. Segue a aquisição do Github pela Microsoft por US$ 7,5 bilhões e a aquisição da MuleSoft por US$ 6,5 bilhões pela SalesForce. No início deste mês, os concorrentes em big-data Cloudera e Hortonworks concordaram em se unir em um negócio de US$ 5,2 bilhões.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.