BT

Início Notícias Microsoft atualiza o Azure Event Grid com o recurso Event Domains, filtros avançados e muito mais

Microsoft atualiza o Azure Event Grid com o recurso Event Domains, filtros avançados e muito mais

Favoritos

Com o Event Grid, os clientes podem gerenciar todos os seus eventos em um mesmo lugar no Azure. Recentemente, a Microsoft anunciou melhorias neste serviço com dois novos recursos, filtros avançados e Event Domains. Além disso, a equipe responsável pelo Event Grid tem trabalhado para melhorar a experiência do desenvolvedor e disponibilizou o Event Grid em mais regiões.

A evolução do Azure Event Grid continuou mesmo após o lançamento de sua versão de produção em fevereiro de 2018, trazendo o suporte para Cloud Events no final de junho e a integração com o Hub para Internet das Coisas em setembro. A equipe de engenheiros responsáveis pelo Service Bus do Event Grid recentemente adicionou um novo recurso chamado "Event Domains" e criou vários novos tipos de filtros avançados, atualizou alguns de seus SDKs, adicionou um recurso de time-to-live para assinaturas de eventos e também adicionou um suporte no Portal UI para configuração de dead-lettering e políticas de retry.

Com o recurso Event Domains, os clientes ganham controle-fino de autorização e autenticação sobre cada tópico através do Azure Active Directory, o que permite que selecionem com facilidade quais de seus tenants ou clientes têm acesso a cada um dos tópicos do Event Grid. Bahram Banisadr, gerente de programas do Event Grid, disse ao InfoQ:

Nosso objetivo é oferecer aos clientes uma maneira de gerenciar e particionar tópicos quando estiverem criando arquiteturas multi-tenant complexas. Um domínio é, na verdade, nada mais do que um "tópico mestre" que pode gerenciar a autenticação, a autorização e a publicação de milhares de tópicos de uma só vez. Adotamos a arquitetura que criamos para permitir que os serviços do Azure publiquem eventos para os clientes e os disponibilizamos para qualquer um usar.

O recurso Event Domains também lida com o particionamento, o que significa que em vez de publicar eventos para cada tópico individualmente, os clientes podem publicar todos os eventos no endereço de publicação do domínio. Posteriormente, o Event Grid se encarrega de garantir que cada evento seja enviado ao tópico correto. Banisadr também falou ao InfoQ sobre alguns dos cenários onde os recursos de Event Domains podem ser úteis:

Existem vários cenários nos quais um domínio pode ser útil - por exemplo, caso esteja lidando com dados sigilosos da sua empresa e deseja que apenas alguns times possam se inscrever em determinados tópicos num esquema "need-to-know", poderia facilmente ser criado um tópico por tipo de dados e usar controles de acesso gerenciados para permitir que as equipes assinem apenas eventos aos quais devem poder acessar.

Alternativamente, se produz dispositivos de IoT para automação residencial, há uma restrição de não querer que um dispositivo na casa 'A' seja capaz de inscrever-se para eventos destinados à casa 'B'. E provavelmente também não quer lidar com a dor de cabeça de publicar eventos em sua rede para cada casa individualmente. Um domínio de eventos poderia particionar cada casa como um tópico específico, e todos os seus eventos só teriam que ser publicados no endereço de publicação do domínio - o Event Grid cuidará da publicação dos eventos nos tópicos apropriados.


Fonte: https://azure.microsoft.com/en-gb/blog/deliver-the-right-events-to-the-right-places-with-event-domains/

O segundo recurso, de filtros avançados, permitirá que os clientes usem nos filtros vários novos tipos, como os tipos numéricos, string e booleanos. Com esses filtros, os clientes terão um conjunto de operadores para cada tipo de dado e mais campos disponíveis para executá-los. Assim, os clientes terão mais controle sobre quais e para onde são roteados os eventos e com isso podem garantir que apenas os eventos necessários sejam acessados ​​pelos serviços computacionais que os manipulam.

Além disso, os filtros avançados permitem também filtrar pelas propriedades dos envelopes (como DataVersion, Id e Topic), bem como a primeira camada dos dados da mensagem. Banisadr falou ao InfoQ sobre a filtragem avançada:

A filtragem avançada foi provavelmente o recurso mais solicitado pelos nossos clientes até então. No Event Grid, a filtragem de eventos é feita de tal forma que não é preciso fazer filtragens nem no lado do publisher e nem do lado do handler do evento. Ao invés disso, o publisher simplesmente envia todos os dados relevantes à mensagem, porém, usando filtros; o handler de eventos recebe apenas o subconjunto específico de dados nos quais está interessado.

Adicionar filtros como "string contém", booleanos ou "número é maior que" permite filtragens de alta fidelidade e muito mais precisas. Quando falamos sobre a construção de programas reativos baseados em eventos, é vital que nossos handlers de eventos sejam disparados apenas para o conjunto de condições corretas. Os filtros avançados que acabamos de lançar fazem exatamente isso.

Além destes recursos, a Microsoft atualizou alguns dos SDKs do Event Grid, especificamente os SDKs das linguagens Java, .NET e Go, para facilitar ainda mais o consumo de eventos nativos do Azure. O time de engenharia também adicionou o recurso de tempo de vida (TTL) para assinaturas de eventos, permitindo que os clientes configurem no momento da criação, um tempo de vida para uma determinada assinatura de evento, após o qual seria automaticamente limpa. Além da atualização dos SDKs e do recurso TTL para as assinaturas de eventos, o time adicionou ao Portal UI o suporte para configurar as políticas para mensagens perdidas e para reenvio de mensagens.

Por fim, a Microsoft aumentou a disponibilidade do Azure Event Grid para as regiões americanas de Arizona, Texas e Virgínia. Além disso, a disponibilidade nessas regiões incluirá todos os novos recursos e melhorias para desenvolvimento. Os detalhes de preços do Azure Event Grid estão disponíveis em sua página de preços.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.