BT

Início Notícias Amazon apresenta o AWS Cloud Map: "Descoberta de serviços para recursos Cloud"

Amazon apresenta o AWS Cloud Map: "Descoberta de serviços para recursos Cloud"

Favoritos

Em um post recente, a Amazon introduziu um novo serviço chamado AWS Cloud Map, que atua como um mecanismo de descoberta de serviço e rastreia serviços de aplicativos AWS e recursos de nuvem. Com o surgimento de arquiteturas de microservice, tem sido cada vez mais difícil localizar e gerenciar programaticamente recursos dinâmicos nessas arquiteturas. Mas, usando o AWS Cloud Map, os desenvolvedores podem descobrir e monitorar a integridade de bancos de dados, filas, microservices e outros recursos da nuvem com nomes personalizados.

Os mapas de serviço não são novidade, mas a natureza da infraestrutura transitória pode criar anomalias em algumas das ferramentas tradicionais. A Amazon posiciona alguns dos benefícios de usar sua solução como:

Anteriormente, você tinha que gerenciar manualmente todos esses nomes de recursos e seus locais dentro do código do aplicativo. Isso se tornou demorado e propenso a erros à medida que o número de recursos de infraestrutura dependentes aumentava ou o número de microsserviços era dinamicamente dimensionado para cima e para baixo com base no tráfego. Você também pode usar produtos de descoberta de serviços de terceiros, mas isso exigia a instalação e o gerenciamento de software e infraestrutura adicionais.

Garantir que os recursos sejam atualizados dinamicamente é um artifício importante do AWS Cloud Map. Abby Fuller, uma técnica evangelista sênior da AWS, explica como isso é alcançado:

O AWS Cloud Map rastreia todos os componentes do seu aplicativo, suas localizações, atributos e status de integridade. Agora, seus aplicativos podem simplesmente consultar o AWS Cloud Map usando o AWS SDK, a API ou até o DNS para descobrir os locais de suas dependências. Isso permite que seus aplicativos sejam dimensionados dinamicamente e se conectem diretamente aos serviços upstream, aumentando a capacidade de resposta de seus aplicativos.

Registrar o serviço da Web e os recursos da nuvem no AWS Cloud Map é uma questão de descrevê-los usando atributos personalizados, incluindo o estágio de implantação e as versões. Posteriormente, seus aplicativos podem fazer chamadas de descoberta e o AWS Cloud Map retornará os locais dos recursos com base nos parâmetros transmitidos. Fuller caracteriza os benefícios dessa abordagem como:

Simplificar suas implantações e reduzir a complexidade operacional de seus aplicativos.

Além do rastreamento de recursos, o AWS Cloud Map também oferece monitoramento de integridade proativo. Fuller explica:

A verificação de integridade integrada para recursos baseados em IP, registrados no AWS Cloud Map, interrompe automaticamente o tráfego de roteamento para endpoints não íntegros. Além disso, você tem APIs para descrever o status de integridade de seus serviços, para que você possa aprender sobre possíveis problemas com sua infraestrutura. Isso aumenta a resiliência de seus aplicativos.

A adição de recursos ao AWS Cloud Map ocorre por meio do console da AWS ou da CLI, criando um namespace. Com um namespace provisionado, um administrador precisa determinar se deseja ativar a descoberta de recursos apenas usando o AWS SDK e a API da AWS ou, opcionalmente, usando o DNS. A descoberta de DNS requer endereços IP para todos os recursos que você registra.

Os recursos, incluindo o Amazon Elastic Container Service (ECS) e o Amazon Fargate, são totalmente integrados ao AWS Cloud Map, o que simplifica a descoberta. Fuller explica:

Quando você cria seu serviço e ativa a descoberta de serviço, todas as instâncias de tarefa são registradas automaticamente no AWS Cloud Map em scale up e canceladas em scale down. O ECS também garante que apenas instâncias de tarefas íntegras sejam retornadas nas chamadas de descoberta, publicando informações de integridade sempre atualizadas no AWS Cloud Map.

O AWS Cloud Map está atualmente disponível nas seguintes regiões: Leste dos EUA (Virgínia), Leste dos EUA (Ohio), Oeste dos EUA (Norte da Califórnia), Oeste dos EUA (Oregon), Canadá (Central), Europa (Frankfurt), Europa (Irlanda), Regiões da Europa (Londres), Europa (Paris), Ásia-Pacífico (Cingapura), Ásia-Pacífico (Tóquio), Ásia-Pacífico (Sydney), Ásia-Pacífico (Seoul) e Ásia-Pacífico (Mumbai).

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.