BT

Início Notícias Docker Enterprise 3.0 traz Docker Kubernetes Services, novas ferramentas para automação e mais

Docker Enterprise 3.0 traz Docker Kubernetes Services, novas ferramentas para automação e mais

This item in japanese

Favoritos

Após mais de 2000 pessoas terem participado do programa público beta do Docker Enterprise 3.0, o Docker anunciou o Docker Enterprise 3.0 GA. Essa versão traz o Docker Kubernetes Services (DKS), novas ferramentas para automação do ciclo de vida como publicação de containers e Kubernetes, melhorias de segurança e mais.

O Docker Enterprise 3.0 introduz o Docker Kubernetes Services (DKS). O Docker Kubernetes Services é projetado para resolver a complexidade do Kubernetes, resultante da falta de configurações intuitivas de segurança e gerenciabilidade que as empresas esperam e exigem.

O Docker Kubernetes Services integra o Kubernetes do desktop do desenvolvedor à servidores de produção, tornando o Kubernetes mais fácil, mais seguro, e mais acessível em toda a empresa. O DKS realiza isso através do Version Packs, que mantém o ambiente dos desenvolvedores sincronizados com os ambientes de produção. Além disso, o DKS inclui a última versão do Kubernetes, incluindo suporte completo ao Container Storage Interface (CSI).

Visando facilitar a vida das equipes em tarefas como publicar, escalar, realizar backup e restore, e atualizar um ambiente Kubernetes certificado, o Docker criou um plugin de linha de comando baseado no Docker Certified Infrastructure para operações simplificadas de cluster do Docker. Essa ferramenta usa um modelo declarativo que cuida das configurações de cluster usando um arquivo YAML com a seguinte estrutura:


variable:
        <name>:
provider:
        <name>:
                <parameter>:
cluster:
        <component>:
                <parameter>:
resource:
       <type>:
                <name>:
                        <parameter>:

O arquivo acima define ajustes de configurações, tais como tipos de instâncias, versões do Docker Enterprise, sistema operacional usado, configurações de rede, etc. Uma vez definido, o arquivo pode ser usado com o novos comandos do docker cluster:

(Imagem obtida de blog.docker.com)

Com o docker cluster e o modelo declarativo, atualizar um ambiente se transformou em uma tarefa simples; usando o comando docker cluster update, o CLI plugin identifica as mudanças e implementa um upgrade seguro. Além disso, é possível realizar um upgrade em um cluster sem nenhum downtime usando o modelo de deploy blue-green para worker nodes.

Para fazer um backup, existe o comando docker cluster backup que armazena o ambiente do cluster em um arquivo que pode ser gravado em qualquer lugar.

O Docker também desenvolveu uma interessante ferramenta de conversão. A ferramenta de conversão é projetada para automatizar a geração dos Dockerfiles para aplicações executando em máquinas virtuais ou servidores bare metal. A ferramenta de conversão escaneia o servidor em que a aplicação está sendo executada para determinar a configuração do sistema operacional, configurações do web server, e como a aplicação está sendo executada. Os dados são então reunidos em um Dockerfile e o código do aplicativo é colocado em um diretório, pronto para um Docker Build em um sistema operacional moderno. Por exemplo, um Windows Server 2003 pode ser escaneado para gerar Dockerfiles para aplicações .NET baseadas no IIS.

Docker Applications é um novo conjunto de ferramentas que permite que os usuários construam, compartilhem e executem aplicações multi-serviços em vários formatos de configuração. Dessa maneira os usuários podem empacotar descrições de aplicativos, componentes e parâmetros em uma única unidade que pode ser um arquivo ou diretório, criando uma espécie de "container dos containers". Docker Applications são uma implementação do Cloud Native Application Bundles (CNAB), originalmente co-desenvolvido pelo Docker, Microsoft, Hashicorp, Bitnami, e Codefresh. Docker Applications podem identificar e criar os containers necessários a partir do Docker Hub e criar os arquivos YAML do Docker Compose e do Kubernetes, gráficos do Helm e outras configurações necessárias.

(Imagem obtida de blog.docker.com)

Os usuários podem também criar Docker Applications, aproveitando os Application Templates pré definidos. Docker Application Templates permitem que os desenvolvedores criem aplicações usando uma biblioteca de modelos de aplicativos e serviços pré definidos e aprovados pela organização, sem exigir conhecimento prévio dos comandos do Docker. Os Application Templates incluem a maioria dos componentes necessários para desenvolver uma aplicação, tais como o Dockerfile, imagens base customizadas, etc.

O Docker Enterprise 3.0 também inclui melhorias adicionais de segurança, tais como Group Managed Service Accounts (gMSA) para o Swarm, e PKI Certificate-Based Authentication.

O Docker Desktop Enterprise traz funcionalidades exclusivas em comparação com o Docker Desktop Community. Vamos ver uma comparação entre eles:

(imagem obtida de blog.docker.com)

Os usuários que quiserem testar o Docker Enterprise 3.0 trial devem se registrar em https://trial.docker.com.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.