BT

Início Notícias O que fez com que o iOS 13 tivesse tanto bugs e como resolver o processo de desenvolvimento

O que fez com que o iOS 13 tivesse tanto bugs e como resolver o processo de desenvolvimento

Favoritos

A última versão do iOS da Apple, o iOS 13, foi afetado por uma série de bugs que causaram reações de desapontamento dos usuários. Em uma história publicada pela Bloomberg, fontes familiarizadas com a Apple explicaram o que deu errado no processo de lançamento do iOS 13 e como a Apple pretende corrigir isso no futuro.

Segundo o Bloomberg, em uma reunião interna com desenvolvedores de software, os principais executivos da Apple, Craig Federighi e Stacey Lysik, identificaram a instabilidade dos builds diários do iOS como o principal culpado pelos 13 bugs do iOS. Em resumo, os desenvolvedores da Apple estavam enviando muitas funcionalidades inacabadas ou com bugs para os builds diários. Como as novas funcionalidades eram ativadas por padrão independentemente do nível de maturidade, os testadores tiveram dificuldade para usar seus dispositivos, o que causou as releases com bugs da Apple.

Liberar uma versão de um sistema operacional, seja para desktop ou dispositivos móveis, é um esforço importante que muitas vezes é atormentado por problemas já conhecidos e imprevistos que os primeiros a atualizar precisam suportar. Isso inclui ambos usuários comuns como desenvolvedores que tentam adaptar sua apps durante a fase beta.

Os sistemas operacionais da Apple não são exceções a essa regra e versões com bugs tem gerado uma série de reclamações e críticas nos últimos anos. O desenvolvedor para macOS e iOS, Marco Arment, conhecido por sua app de podcast Overcast e anteriormente pelo bem sucedido Instapaper app e Tumblr, disse que o iOS 13 estava acabando com sua moral como desenvolvedor. Arment tem sido um dos críticos mais veementes a qualidade de software da Apple nos últimos anos, sendo também o autor de uma forte crítica à qualidade do release do macOS já em 2015.

Não precisamos de releases do macOS todos os anos. Não precisamos que cada release do macOS tenha uma grande lista de novas funcionalidades. Precisamos que nossos computadores, smartphones, e tablets funcionem bem antes de tudo, então podemos aproveitar novas funcionalidades sendo lançadas em um passo saudável, gradual e sustentável.

No entanto, com o iOS 13, a Apple deu um passo inédito em sua história e anunciou o lançamento do primeiro patch para a nova versão do sistema operacional antes do iOS 13 ser lançado. Isso foi interpretado por uma série de pessoas como um claro convite para não atualizarem os iPhones e iPads para o novo iOS 13 e aguardarem pelo iOS 13.1. Isso sem dizer que o iOS 13.1 estava longe de ser perfeito.

Além dos comentários de Arment, vale a pena mencionar a opinião do editor do TechCrunch, Matthew Panzarino, que comparou o iOS 13 com o iOS 3.

Federighi sugere deixar todas as novas funcionalidades desabilitadas por padrão como sugestão, assim os testadores podem garantir que nenhuma regressão chegue ao último build, e assim tentar evitar que a experiência geral do usuário seja prejudicada por novos bugs. Novas funcionalidades devem ser habilitadas sob demanda dos testadores usando um novo menu interno com flags, tornando possível a execução de cada nova funcionalidade isoladamente.

Veremos se essa nova abordagem trará algum benefício geral para a qualidade e estabilidade do iOS 14 no ano que vem, porém essa não é a única receita disponível para um release de sucesso do iOS. Como escreveu o veterano desenvolvedor da Apple David Shayer, existem outras maneiras de melhorar o processo de release, incluindo não incluir tantas novas funcionalidades, triar corretamente os bugs para corrigir, sem ignorar os bugs antigos e a expansão dos testes automatizados. Esses exemplos são sugestões valiosas para qualquer organização que libera produtos de software.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.