BT

Início Notícias Microsoft Edge 79 vai usar o Chromium engine

Microsoft Edge 79 vai usar o Chromium engine

Favoritos

Com o lançamento do Edge 79, a Microsoft vai fazer a transição de seu engine proprietário EdgeHTML para o Chromium, um engine open source popular que é usado no Chrome.

A mudança visa melhorar a compatibilidade entre o Microsoft Edge e outros browsers baseados no Chromium que dominam o mercado. Como resultado, os desenvolvedores não precisarão mais executar testes adicionais nem adicionar código específico para suportar totalmente o Edge, o que por sua vez, deve aumentar a taxa de adoção do navegador.

Microsoft Edge browser comparison

O screenshot acima é uma comparação lado a lado do website microsoft.com sendo renderizado com a versão atual do Edge (esquerda) e a próxima versão do Edge 79 com o Chromium engine (usando a branch beta).

A diferença na interface do usuário é relativamente pequena e se concentra apenas na parte das tabs; é um pouco mais fina e inclui vários botões adicionais que ajudam a gerenciar as tabs, enquanto o conteúdo em si parece idêntico. Por outro lado, websites como webassign.net que não suportava o Microsoft Edge anteriormente e relatou vários problemas de exibição que impediam que os usuários usassem totalmente o site agora devem funcionar como pretendido.

A decisão em adotar o engine do Chromium pode representar uma grande mudança dentro da Microsoft, que até agora usava principalmente soluções proprietárias como o engine EdgeHTML. Com relação a isso, durante o anúncio inicial da mudança em dezembro de 2018, a mudança para uma filosofia open source foi mencionada como um dos principais motivos pelos quais a Microsoft decidiu fazer essa mudança.

Deve-se mencionar que, embora muitos considerem a adaptação do engine do Chromium um passo na direção certa para a Microsoft, isso vem como um custo oculto pois diminui a diversidade no mercado de navegadores.

Chris Beard, CEO da Mozilla, expressou preocupação em uma carta aberta declarando que "se um produto como o Chromium tem mercado suficiente, fica mais fácil para desenvolvedores web e empresas decidirem não se preocupar se seus serviços e sites funcionarem com algo diferente do Chromium".

Esse foi o caso quando o FireFox foi lançado em 2002. Na época, o Microsoft Internet Explorer dominava o mercado e havia incorporado uma série de funções fora do padrão dentro do browser. Como resultado, usuários que tentavam mudar para o Firefox frequentemente percebiam que seus sites favoritos não funcionavam mais. Na mesma época, os desenvolvedores estavam relutantes para realizar os ajustes necessários que atendessem os requerimentos do novo browser, pois aumentou significativamente o custo de desenvolvimento.

O Microsoft Edge 79 release candidate foi anunciado em novembro durante o evento Microsoft Ignite 2019 e está disponível para download no Microsoft Edge Insider Channels. Usuários que queiram usar o Edge 79 podem escolher entre 3 opções -- Beta, Developer, e Canary -- que representam diferentes ciclos de releases (seis semanas, semanalmente e diariamente), com o Beta release sendo o mais estável e o Canary release com as atualiza mais recentes.

O release oficial do Edge está planejado para 15 de Janeiro de 2020.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.