BT

Início Internet no InfoQ Brasil

  • Transformação digital pelo espaço: acesso à Internet de alta velocidade por meio de satélites

    Os satélites permitem acesso de alta velocidade à Internet em áreas rurais, aviões e provedores de serviços para a rede principal. Inovações tecnológicas espaciais revolucionam as telecomunicações e novos participantes, como a SpaceX, estão forçando a redução dos custos de lançamento. Esses avanços permitem novos serviços e reduzem os custos dos já existentes.

  • H.265: o futuro da codificação de vídeos?

    Foi aprovado o padrão de codificação de vídeos H.265 (sucessor do H.264), prometendo suporte para o formato de vídeo 8k UHD e menor uso de largura banda.

  • O futuro do HTTP e a controvérsia sobre o SPDY

    A IETF recentemente discutiu o futuro do HTTP, e a próxima versão deverá utilizar SPDY como ponto de partida. Mas a Microsoft defende que o SPDY não é melhor que o HTTP/1.1. Conheça mais sobre essas discussões e o futuro do HTTP.

  • O Google e a Microsoft querem aperfeiçoar o HTTP

    O Google e a Microsoft querem aperfeiçoar o protocolo HTTP com o SPDY e o Speed+Mobility. Este artigo revisa ambas as propostas destacando quais benefícios trazem ao protocolo mais utilizado na Internet.

  • O hall da fama da Internet

    A Internet Society premiou 33 pioneiros e visionários pelas suas contribuições na criação e desenvolvimento da Internet.

  • Mozilla propõe autenticação apenas com endereço de email

    Um novo sistema de autenticação proposto pela fundação Mozilla, apelidado BrowserID, promete resolver as necessidades básicas de autenticação, contudo o sucesso desta tecnologia depende fortemente de sua adoção.

  • Mais HTML5 no segundo Platform Preview do IE10

    A equipe do Internet Explorer anunciou o segundo Platform Preview para o IE10. Esta versão preliminar apresenta novas funcionalidades como o suporte a CSS3 Positioned Floats, HTML5 sandbox, HTML5 Forms, APIs setImmediate e Page Visibility e scripts assíncronos, entre outras. O IE10 usa a mesma engine para HTML5 apresentada recentemente nas demonstrações do Windows 8.

  • Google WebP - Criando Imagens Leves para Páginas Performáticas

    O Google deseja reduzir o tamanho das imagens que são transferidas pela internet através de um novo formato chamado WebP. Eles afirmam que é possível chegar a uma redução de até 39% no tamanho da imagem, o que leva a páginas web mais performáticas.

  • H.264 torna-se gratuito para vídeos na internet

    A MPEG LA,que detém a patente do formato de vídeo MPEG H.264, recentemente havia ampliada a sua promessa de tornar gratuito o formato de vídeo para internet. Em uma Press Release (pdf) ontem, eles confirmaram a confirmação da licença grátis, mas haviam prometido não cobrar até Dezembro de 2015. Mas o que isto significa para os browsers HTML5?

  • Google TV: Android e Chrome juntos

    A televisão é um dos meios de entretenimento que mais fazem sucesso no mundo. Porém a conhecida TV, possuía poucas possibilidade de interativadade até o lançamento da TV digital. Ganhamos mais um aliado na construção de uma TV mais interativa. O Google em sua conferência para desenvolvedores, o Google I/O, anunciou o Google TV, uma ferramenta que une o melhor da web dentro da sua televisão

  • Google Deseja Criar um Novo Padrão de Vídeo Baseado no Codec VP8

    O Google liberou o WebM como Open Source, um formato de media livre de royalties para compressão e enconding de vídeo. Mesmo isso sendo uma boa notícia para vários players indústria que já mostraram suporte ao novo padrão, existem algumas preocupações em torno do licenciamento e da qualidade.

  • Microsoft a favor do HTML 5 e do H.264

    Dean Hachomavith, Gerente Geral do Internet Explorer na Microsoft, anunciou que o IE9 irá utilizar apenas o padrão H.264 para rodar videos em HTML 5. A Microsoft parece estar bastante comprometida com o HTML5, enquanto o Flash cada vez mais perde espaço. O anúncio foi feito no mesmo dia em que Steve Jobs detalhou por que a Apple não aceita o Flash no Iphone e Ipad.

  • Realizando renderizações WebGL em Windows com o ANGLE

    Google usa o WebGL para renderizar gráficos 3D dentro do Chrome nativamente. O problema é que o WebGL depende do OpenGL 2.0, e nem todos os sistemas Windows possuem seus drivers instalados. O projeto ANGLE (Almost Native Graphics Layer Engine) destina-se a ser uma fina camada entre o WebGL e o DirectX, permitindo ao Chrome utilizar 3D em qualquer sistema Windows.

  • Debate: A internet está se fragmentando?

    A Internet é considerada o meio que une as pessoas em todo o mundo facilitando a comunicação, a troca de idéias e o acesso à informação. Algumas pessoas dizem que objetivo original da internet está mudando devido à proliferação dos dispositivos que conseguem deixar a internet um pouco mais difícil visto que eles não são padronizados.

  • Internet Explorer 6: O começo do fim?

    Internet Explorer 6.0 sempre é uma preocupação quando começamos a desenvolver aplicações web que utilizam recursos como CSS e Javascript. O Google anunciou em seu blog no último dia 29 que suas aplicações não suportarão IE 6 em 2010.

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.