BT

Início Artesanato de software no InfoQ Brasil

  • Otimização de testes usando dados coletados sobre defeitos

    Ao integrar o framework de testes com o sistema de acompanhamento de bugs, é possível desativar casos de testes para um bug conhecido e reativá-lo depois da sua solução. Aneta Petkova, líder do grupo de QA da SumUp, apresentou a palestra “O Framework que conhece seus próprios bugs”, no TestCon Moscow 2019. O InfoQ a entrevistou depois da palestra.

  • Experiência na criação de um time de QA em uma organização em crescimento

    Neven Matas, chefe do time de QA da Infinum, afirmou que antecipar o ciclo de entrega da sua equipe possibilitou um aprendizado mais rápido e melhorou a colaboração. Matas falou na TestCon Moscou 2019, onde compartilhou as lições aprendidas sobre a construção de um time de QA em uma organização em crescimento.

  • O coaching técnico ataca novamente: O valor da mentoria e mob programming

    O coaching técnico baseia-se em ajudar os desenvolvedores a crescerem, encontrando maneiras de aumentar sua excelência técnica e trabalhar com habilidades mais simples.

  • O manifesto dos testes de regressão manual

    A automação de testes de regressão nem sempre é a melhor solução, argumentou Brendan Connolly na Online Testing Conference de 2018. Conolly apresentou o "Manifesto dos Testes de Regressão Manual" e mostrou como isso pode ser usado para diferenciar os testes de funcionalidades dos testes de regressão e decidir quando automatizá-los ou não.

  • Código legível: Por que, como e quando você deve escrevê-lo

    A maioria das pessoas diria que deseja código legível e pode até preferir a legibilidade à funcionalidade. Mas quando se trata de pedir às pessoas para definir a legibilidade, as opiniões divergem. No Explore DDD 2018, Laura Savino falou sobre porque queremos código legível, o que realmente significa ser legível e quando a legibilidade deve ter prioridade sobre outras considerações.

  • Engenharia de Software para a Criatividade, Colaboração e Inventividade

    A disciplina de engenharia de software deve ser iterativa, baseada em feedback, incremental, experimental e empírica. Dave Farley aponta que se somos mais rigorosos no começo do projeto, iremos criar soluções melhores e mais inovadoras, além de gastar menos tempo corrigindo bugs em produção ou trabalhando em gambiarras para os deploys e configurações.

  • Juramento para a profissão de programador

    Nossa sociedade exige um compromisso com a conduta profissional. Robert Martin, o Uncle Bob, argumenta que precisamos de um juramento para as pessoas que desenvolvem software, uma vez que vidas e fortunas dependem da correta construção e execução do software que produzimos. De acordo com ele, isso deveria ser obrigatório pelo registro em uma associação profissional.

  • Focando na qualidade em processos ágeis utilizando Lean

    A adoção de práticas lean em um processo ágil maduro e bem estabelecido pode trazer grandes benefícios para qualidade do que se produz. Práticas como entrevistar clientes reais, ou um proxy do cliente, para melhor compreensão das suas dores, bem como um profundo entendimento da colaboração entre departamentos auxiliam na descoberta e resolução de problemas de uma forma mais rápida e eficiente.

  • Introduzindo técnicas modernas em sistemas legados

    Sistemas legados, gerenciados por meio de processos manuais e morosos, podem custar caro. Estudos de caso baseados em horas perdidas, trabalho repetitivo ou retrabalho, pode ser uma arma em favor da introdução de técnicas modernas que utilizam ferramentas de automação e containers, na busca de um processo mais previsível com mínima intervenção humana e com deploys mais frequentes e confiáveis.

  • Como se tornar um grande desenvolvedor Front-end

    Este artigo contém conselhos para desenvolvedores web escrito por dois engenheiros, um recomendando ténicas e ferramentas, já o outro fornecendo sugestões na solução de alguns desafios enfrentados quando desenvolve para navegadores.

  • Benefícios do teste contínuo

    As equipes da Unruly tem aplicado eXtreme Programming desde a sua fundação em 2006. O desenvolvimento de software na Unruly é feito com equipes pequenas sem testadores dedicados. Estas equipes tem uma abordagem test-first de desenvolver o código, criando validações automatizadas que podem ser executadas em ambientes similares aos de produção, ao invés de se apoiar numa fase de testes manuais.

  • Melhore suas habilidades em programação com o Exercism.io

    O Exercism.io ajuda os desenvolvedores a aprimorarem suas habilidades em uma linguagem de programação por meio de feedback e discussões. O InfoQ.com fez uma entrevista com a criadora do exercism, Katrina Ower e com Richard Thomson que contribuiu com a trilha de C++ para o exercism.

  • O estado atual do Agile

    Dado a aproximação do final do ano, quando editores do InfoQ.com e outros foram questionados sobre o estado do Agile, os resultados foram compilados nessa notícia.

  • Tornando-se artesãos de software

    O movimento Software Craftsmanship, Artesanato de Software, afirma que a prática é um caminho para desenvolver as habilidades de programação necessárias para se tornar um artesão de software. Habilidades técnicas são consideradas primordiais, levam tempo para seu aprendizado e tornam os seus praticantes melhores desenvolvedores.

  • Equilibrando Qualidade e Velocidade no Agile

    Equipes ágeis têm que garantir que os produtos tenham qualidade. Gestores frequentemente esperam que a velocidade seja gradativamente aprimorada. Diversos autores exploraram a relação entre qualidade e velocidade e sugeriram maneiras de aprimorá-la.

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.