BT
x Por favor preencha a pesquisa do InfoQ !

Palestra: Uma introdução ao M

por Abel Avram , traduzido por Felipe Rodrigues em 31 Out 2008 |

Durante o PDC 2008, David Langworthy, Arquiteto na Microsoft e Don Box, Distinguished Engineer na Microsoft, conduziram uma apresentação sobre Oslo, focando especialmente na linguagem de modelagem M, explicando o que é e o que não é e também demonstrando como usar M para cria um modelo de dados.

De acordo com Don, Oslo é constituida pelos seguintes componentes:

  • M Language - uma linguagem de modelagem
  • Quadrant - uma ferramenta de modelagem
  • Repository - um modelo de armazenamento

Don explica que eles escolheram uma linguagem de modelagem porque eles queriam oferecer uma ferramenta de design que permita trabalhar com modelos textuais. M permite alguém criar um modelo digitando, da mesma forma que criaria um programa em outras linguagens.

De acordo com Don, M é:

  • “M” é uma linguagem para definir modelos de domínio e domain-specific languages(DSL) textuais.
  • O modelo de domínio de M define schema e queries sobre daods estruturados
       Values, Constraints, e Views
       Projeção natural para SQL
  • M DSLs definem projeções para texto Unicode para dados estruturados
       Transformação baseada em Regras
      Integração com editor de texto orientado a gramática

"M é sobre capturar, esquematizar e transformar dados", diz Don. M oferece apenas uma representação de dados, não possue comportamente relacionado aos dados, por isso não há polimorfismo. Tipagem é feita por tipagem estrutural, da forma que os dados estão estruturados.

M não é uma linguagem OOP. M não é uma tecnologia de acesso a dados. Enquanto todos os dados podem ser transportados de/para um banco de dados, M não é uma solução OLTP e não é um substituto de T-SQL.

em uma demonstração ao vivo, David cria um modelo de dados, armazena os dados em um banco de dados e retorna os dados do banco. Ele mostra algumas características da linguagem, como constraints, identity, value types, funções e outros.

Você pode fazer o download do Oslo SDK a partir do MSDN.

 

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Tendência by André Faria Gomes

Acho que DSLs são uma grande tendência para os próximos anos. E OSLO parece interessante e ainda mais agora que tem gente muita boa envolvida com isso o négocio deve decolar.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

1 Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

Percebemos que você está utilizando um bloqueador de propagandas

Nós entendemos porquê utilizar um bloqueador de propagandas. No entanto, nós precisamos da sua ajuda para manter o InfoQ gratuito. O InfoQ não compartilhará seus dados com nenhum terceiro sem que você autorize. Procuramos trabalhar com anúncios de empresas e produtos que sejam relevantes para nossos leitores. Por favor, considere adicionar o InfoQ como uma exceção no seu bloqueador de propagandas.