BT

Rastreie Velocidade, Não Tempo Gasto em Tarefas

por Chris Sims , traduzido por Paulo R. C. Siqueira em 30 Jan 2009 |

Um membro de uma nova equipe ágil perguntouà lista Scrum Development como rastrear o tempo real que os engenheiros gastam em tarefas, e como isso está relacionado ao conceito ágil de velocidade. Velocidade é a medida ágil para rastrear o quão rápido a equipe está implementando funcionalidades, e portanto o quanto demorará para um projeto ser completado. A opinião do grupo foi que rastrear tempo gasto não é nem necessário nem útil.

A pessoa que postou a pergunta explicou que sua equipe estima o tamanho de suas histórias usando pontos de história. Conforme a equipe completa histórias, eles anotam os pontos de história relacionados. Esta anotação é então utilizada para calcular a velocidade da equipe:

...a velocidade é basicamente a quantidade de trabalho que a equipe pode fazer por sprint. Talvez algo como 25 Pontos de História / sprint de 4 semanas. Esse número pode ser utilizado para ajudar a deterninar quanto trabalho pode ser pego em cada sprint sub-sequente.

Até aqui, tudo bem. O autor segue descrevendo como as histórias da equipe são quebradas em tarefas, e essas tarefas são estimadas e rastreadas em termos de horas:

Nós temos usado gráficos burndown, no qual cada membro da equipe escreve o tempo restante por tarefa a cada dia. Isto é inserido em uma planilha de gráficos burndown. Mas, isso apenas captura dados para o burndown, não ajuda com a velocidade.

Esta confusão exemplifica por que alguns agilistas, incluindo Ron Jeffries, recomenda não estimar ou rastrear tarefas de modo algum. George Dinwiddie acrescentou sua visão:

Se você fizer as histórias pequenas, então você não precisa rastrear horas no seu burndown. Eu vejo que as equipe produzem melhor apenas rastreando histórias, e eles não desperdiçam todo aquele tempo re-estimando horas.

Na discussão, Ron e outros apontam que toda a informação necessária para fazer projeções úteis está em "25 Pontos de História / sprint de 4 semanas". Esta é a velocidade da equipe, e é exatamente o que é necessário para prever quantas histórias a equipe provavelmente será capaz de completar no futuro.

Sua equipe rastrea tanto estimativas de tarefas quanto estimativas de histórias? Deixe um comentário e compartilhe o porquê ou o porquê não.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.