BT

Apache Tuscany Java SCA 2.0 M1 Liberado

por Dilip Krishnan , traduzido por André Faria Gomes em 24 Mar 2009 |

A equipe do Apache Tuscany anunciou o lançamento da versão 2.0 M1 do projeto Java Service Component Architecture (SCA). O SCA define um componente tecnologicamente Open Composite Service ArchitectureA equipe do Apache Tuscany anunciou o lançamento da versão 2.0 M1 do projeto Java Service Component Architecture (SCA). O SCA define um componente tecnologicamente neutro e um modelo de montagem para que desenvolvedores de aplicações de negócio possam manter o foco em suas soluções de negócio sem se preocupar com problemas de tecnologia. A última versão do SCA foi padronizado pela OASIS como parte da Open Composite Service Architecture (Open CSA).

Segundo a Apache News Online,

A nova versão do Apache Tuscany SCA 2.0-M1 é o primeiro milestone à atingir  compatibilidade com o padrão Open CSA e prover execução com base em OSGi.
O Apache Tuscany entrega a promessa do SCA oferecendo uma infra-estrutura compreensivel e extensivel para gerenciar a construção e a composição de serviços, a comunicação entre serviços, e a qualidade do serviço (Quos) que desenvolvedores de aplicações podem tirar vantagem out-of-box.

O Tuscany suporta uma série de opções de hospedagem e é compatível com OSGI. A tecnologia OSGi é um conjunto de especificações que definem um componente dinâmico de um sistema Java. Por ser difícil de encontrar uma explicação sobre OSGI e seu relacionamento com SCA, a InfoQ conversou com o Luciano Resende e com Raymond Feng para aprender mais sobre a nova versão.

Luciano comentou sobre o porquê Tuscany escolhe mudar seu runtime para ser baseado em OSGi,

[With]Tuscany, implementação, binding e extensões de databinding [...] são trazidos em diferentes níveis de dependências. A modularidade e a extensibilidade tem sido um requisito crítico e uma característica do Tuscany desde o primeiro dia. […] Com OSGi, o Tuscany pode impor clean boundaires através de SPIs entre os varios tempos de execução e subsistemas de extensão, assim como pode permitir a coexistencia desses modulos no mesmo tempo de execução; isso também permite uma melhor modularidade, onde desenvolvedores podem começar a compor soluções escolhendo ou selecionando peças do Tuscany.

Raymond explicou como o Tuscany se entrega com OSGi/SCA e como as duas especificações se relacionam entre si

  • O OSGi é uma infraestrutura do Tuscany runtime, o Tuscany alvanca o OSGi para impor modularidade e extensibilidade […] com muitas tecnologias diferentes para implementação de componentes e comunicação. […]
  • OSGi é modelo de programação para se trabalhar com SCA. […]
De uma visão central do OSGi, o SCA pode ser usado para descrever os serviços remotos do OSGI e a Qualidade dos Serviços (QoS) e o SCA runtime assim como o  Tuscany o software de distribuição para o RFC 119.
De uma visão central SCA, o Tuscany oferece implementações OSGi para reutilizar bundles OSGi como componentes SCA de alta granularidade em um aplicativo SCA composto então podem ser montados com outros serviços além do OSGi.

Dada a “tecnologia adaptativa  e a natureza e extensível do SCA cria uma grande necessidade de estimular um ecosistema em torno do projetoopen source Tuscany”, a equipe está procurando desenvolver um ecosistema ao redor das áreas chave.

  • Usuários: Constroem componentes compostos como ativos reutilizaveis de software.
  • Desenvolvedores de Extensões: Enriquessem as funcionalidades SCA com suporte a mais protocolos, mais implementações de linguagens, mais formatos de dados, mais politicas de QoS
  • Embutidores: Embutir o Tuscany em outras ofertas, expandido-o para diferentes plataformas, e integrando com [diferentes] servidores de aplicação.

Detalhes do produto e suas funcionalidades estão disponíveis em Apache News Online.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.