BT
x Por favor preencha a pesquisa do InfoQ !

Lançada a nova versão do Microsoft Managed Services Engine

por Dilip Krishnan , traduzido por Carlos Mendonça em 22 Mai 2009 |

A Microsoft lançou o CTP de maio de 2009 do Managed Services Engine (MSE) com o código-fonte que está disponível no Codeplex. O CTP é uma pequena atualização para a versão Beta de fevereiro. De acordo com a descrição do produto disponível no site…

O MSE é uma proposta para facilitar a implementação de Enterprise SOA através de virtualização de serviços. [O produto é construído] com base no Windows Communication Foundation (WCF) e o Microsoft Server Platform. O MSE permite a total virtualização de serviços através de um repositório de serviços, que ajuda as organizações a publicar serviços mais rapidamente, coordenar gerenciamento de mudanças e maximizar o reuso de vários elementos do serviço. Ao fazer isso, o MSE suporta versionamento, abstração, gerenciamento, roteamento e aplicação de políticas de serviço em tempo de execução.

De acordo com este sumário executivo, sobre o que a virtualização de serviços é e porque ela é importante, Aaron Skonnard, um MVC da Microsoft e co-fundador da Plualsight diz que “grandes iniciativas SOA permanecem, por definição, complexas e você precisa determinar como você’irá gerenciar a complexidade a medida que o ecossistema do serviço continua crescendo e evoluindo ao longo do tempo”. Ele diz

Virtualização de serviços é uma tendência emergente no cenário do SOA que [tenta solucionar este problema e] foca em prover uma infra-estrutura comum para construir e gerenciar ecossistemas de serviços complexos enquanto soluciona os desafios destacados na seção anterior.

O Aaron comenta a abordagem da Microsoft’para serviços virtualizados dizendo que …

[…] está baseado em uma arquitetura comum e um runtime centralizado que prove a base necessária para todos os serviços e seus consumidores ao longo de um completo ecossistema de serviços. O runtime provê as funcionalides principais que todos os serviços no ecossistema precisarão como versionamento, abstração, gerenciamento, roteamento e aplicação de políticas de serviço em tempo de execução. Serviços são acoplados no runtime para alavancar estas funcionalidades ao expor um serviço virtual para o consumidor. Você descreve um serviço virtual utilizando modelos que são, essencialmente, expressões em cima dos meta-dados originais do serviço. Os modelos são traduzidos como o comportamento dos serviços que são interpretados pelo runtime para prover as funcionalidades já mencionadas sem precisar de nenhuma mudança no código do serviço. Os modelos tornam-se valiosos pontos de comunicação que são executados pela camada do runtime a fim de manter total fidelidade.

A manifestação desta abordagem é o último lançamento do The Managed Services Engine (MSE); a atualização em si não suporta atualização automática a partir das últimas versões conforme o aviso na documentação. O lançamento acompanha um guia técnico, um guia de segurança e videos que abordam diferentes aspectos do produto. O produto oferece os seguintes benefícios:

  • Tempo reduzido de entrega de novos serviços
  • Versionamento avançado de serviços
  • Aplicação de políticas de serviço
  • Possibilidade de criar serviços para sistemas legados.

O Aaron também escreveu um artigo e no MSDN Magazine que descreve virtualização de serviços e como o MSE pode ser usado para gerenciar serviços. Os tópicos que o artigo cobre são:

  • Fundamentos da virtualização de serviços
  • Infraestrutura de serviços SOA da Microsoft
  • Introdução ao Managed Services Engine
  • Importação e configuração de recursos de serviços

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

Percebemos que você está utilizando um bloqueador de propagandas

Nós entendemos porquê utilizar um bloqueador de propagandas. No entanto, nós precisamos da sua ajuda para manter o InfoQ gratuito. O InfoQ não compartilhará seus dados com nenhum terceiro sem que você autorize. Procuramos trabalhar com anúncios de empresas e produtos que sejam relevantes para nossos leitores. Por favor, considere adicionar o InfoQ como uma exceção no seu bloqueador de propagandas.