BT

Fornecendo e Recebendo um FeedBack Eficaz

por Mark Levison , traduzido por Gisela Nogueira em 23 Set 2009 |

Na segunda-feira, primeiro dia do Agile 2009, Liz Keogh, ministrou a palestra Giving and receiving effective feedback. A palestra foi baseada nos diferentes tipos de feedback que o personagem fictício George recebeu:

  • Um relatório brilhante de elogios
  • Um relatório balanceado com algumas sugestões para o futuro
  • Uma revisão possivelmente injusta e pouco construtiva
  • A mesma revisão, reescrita após assistir esse workshop de feedback.

Liz guiou a audiência em discussões sobre feedback. Ela explicou que feedback apenas com elogios não ajuda o receptor na aquisição de novos conhecimentos ou no seu aperfeiçoamento pessoal mas encoraja a pessoa a permanecer na mesma posição para sempre. Por outro lado, quando o indivíduo muda para uma nova posição, provavelmente receberá feedbacks menos positivos enquanto adquirem novas habilidades para a função. Nesse caso é importante que o feedback inclua as coisas positivas que a pessoa não deve mudar e não somente as negativas. No caso de George o feedback negativo foi tão mal intencionado, que ficou claro que a pessoa que forneceu estava tentando puxá-lo para baixo e pegar seu trabalho. Na verdade mostrou mais sobre a pessoa que estava realizando o feedback do que sobre George.

O grupo teve uma discussão entusiasmada sobre os exemplos:

  • Feedbacks deve ser fornecidos via direta e não através de um gerenciador ou por escrito
  • Falar pessoalmente, frente a frente , é mais seguro para as ambas as partes do que um recurso escrito

Várias estratégias foram sugeridas para feedback direcionados a pessoas que ocupam uma posição superior a sua ou que esteve em conflito com você. Peça a ajuda deles, falando "Eu preciso da sua ajuda, estamos lutando com ....", apodere-se do problema no seu todo, e não de partes dele. Finalmente uma estratégia que pode enfraquecer o sujeito é – Admitir uma falha publicamente.

Qualidades de um bom FeedBack:

  • Trata da pessoa que recebe o feedback e não da pessoa que está dando o feedback
  • Demonstra somente o ponto de vista da pessoa que está dando feedback e não a opinião de terceiros
  • Reporta-se diretamente ao receptor
  • Inclui as coisas que a pessoa que fornece o feedback valoriza e não somente as áreas que necessitam de melhorias
  • Faz sugestões, não critique apenas
  • Usa exemplos e não fala genericamente
  • Fala sobre coisas que vi e ouvi i.e. em vez de dizer "toda a equipe ficou feliz com sua apresentação", diga "toda a equipe sorriu após sua apresentação"
  • Fala sobre o impacto sobre você
  • Pede ajuda ao destinatário do feedback. Solicita ajuda quando detecta a necessidade de mudanças em alguma área
  • E finalmente, comenta, sobre as metas positivas para um futuro profissional brilhante que todos desejam

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.