BT

Internet Explorer 6: O começo do fim?

por Lucas Souza em 02 Fev 2010 |

Internet Explorer 6.0 sempre é uma preocupação quando começamos a desenvolver aplicações web que utilizam recursos como CSS e Javascript. O problema é tão grave que existem até listas de bugs que devemos evitar quando fazemos uma aplicação que suportará IE 6.

O fato é que o IE 6 existe há 7 anos, e nesse tempo a web sofreu mudanças significativas. Existem até correntes que dizem que é obrigação dos desenvolvedores web não dar suporte ao IE 6 e dessa maneira tornar o desenvolvimento web um mundo um pouco mais fácil. O pessoal do Tableless diz o seguinte:

A idéia é que paremos de dar suporte ao IE6. Será fácil para alguns, mas para outros vai ser uma guerra interna. O IE6 ainda detém 35% da internet e não será fácil. Mesmo assim, já dá para você escolher os projetos que podem perder o suporte ao IE6.

O problema é que cerca de 18% das pessoas ainda teimam em usá-lo, o que na verdade pode ser um problema para o fim do IE 6 já que muitos desenvolvedores podem dar suporte para não perder uma fatia significante de usuários.

Felizmente, no último dia 29 foi anunciada uma grande notícia. O Google anunciou oficialmente em seu blog que suas aplicações não suportarão IE 6 em 2010. Com o título "Navegadores modernos para aplicações modernas" o Google anuncia que a partir de 1 de março de 2010 suas aplicações não terão suporte ao browser mais odiado de todos os tempos.

Além de postar no blog oficial a notícia, o Google enviou uma carta ao pessoal do Tableless. Na carta o Google diz que afim de aumentar a performance e sofisticação de suas aplicações, e utilizar recursos como HTML 5 eles deixarão de dar suporte ao IE 6 e a outros browser mais antigos:

Afim de continuar melhorando nossos produtos e termos features mais sofisticadas e mais performance, nós estamos aproveitando algumas das últimas melhorias das tecnologias dos browsers web. Isso incluí processamento de JavaScript mais rápido e novos padrões como HTML5. Em consequência disso, ao longo de 2010, nós finalizaremos o suporte ao Microsoft Internet Explorer 6.0 bem como à outros browsers antigos que não são suportados pelos seus fabricantes.

O Google diz que começará pelas aplicações Google Docs e Google Sites já em 1 de março, e os próximos serão GMail e Google Calendar. Isso pode ser um grande aliado para o fim do uso do IE 6, principalmente porque os usuários comuns que são a grande maioria dos 18% que ainda o utilizam, usam Orkut, Gmail e outros ferramentas do Google, o que de uma certa maneira os forçará a atualizarem seus browsers.

O Google também anuncia que continuará a dar suporte a browsers como IE 7 e que avisará os usuários de Google Docs e Google Sites sobre a mudança a partir de 1 de março:

Começando esta semana, usuários destes browsers antigos verão uma mensagem no Google Docs e no Google Sites explicando a mudança e sugerindo que eles façam upgrade de seu browser.

 

E você? Ainda quebra a cabeça tentando suportar um browser tão antigo e ultrapassado?

O Google deu o primeiro e talvez mais importante passo. Será que não é sua vez?

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.