BT

Puppet: Um automatizador escrito em Ruby para administração de servidores

por Carlos Armas , traduzido por Herbertt Bamonde em 25 Fev 2010 |

O time da Reductive Labs anunciou recentemente o lançamento da versão 0.25.2 do Puppet, o gerenciador de configuração e ferramenta de automação escrito em Ruby para servidores Linux e Unix. Neste lançamento alguns bugs foram corrigidos, 123 tickets abertos foram concluídos e os desenvolvedores pediram para reduzir o consumo de memória, melhorar o relatório de erros, threadings e lock contention (o último, aparentemente, um sistema manipulador de relatório de código).

Seguindo o modelo cliente-servidor, e com a sua própria linguagem, o Puppet tenta resolver o maior desafio da administração de sistema de servidor: como confiar na automatização do gerenciamento de configuração e distribuição, um requerimento essencial para deploy em grandes data centers. Um artigo da GigaOM de Novembro de 2009 lista o Puppet como um dos 11 maiores recursos open source para cloud computing, enquanto Matt Asay sugere que a Cisco deve considerar a aquisição da Reductive Labs como parte da sua atual estratégia de data centers:

[…] como a Cisco vai átras do Data Center com o seu novo impulso de Unified Computing, uma empresa open-source deve estar na vista da Cisco: Reductive Labs, criadora do Projeto Puppet, um framework para automatizar a administração de sistemas.

Para administradores de sistema tem sido comum por muito tempo automatizar rotinas de administração via scripts personalizados. A Manutenção desses conjuntos de ferramentas customizáveis torna-se incrivelmente complexo como a quantidade de servidores, diversos sistemas operacionais, ou um aumento da complexidade da rede. O Puppet não é a única ferramenta de gerencimento de configuração que existe.

A Cfengine de Mark Burguess é outra ferramenta amplamente utilizada, temos também o BCFG2, desenvolvida pelo Laboratório da Divisão de Ciência da Computação Argonne National. Não é nossa intenção comparar os benefícios das diferentes ferramentas disponíveis, mas para aqueles interessados no debate este post no blog de Luke A. Kanies é um bom começo.

A abordagem de gerenciamento de configuração do Puppet, por um ângulo, é diferente do modelo tradicional script-e-automatização:

  • Prove uma Linguagem Específica de Domínio (DSL – Domain Specific Language) para modelos de relacionamento entre servidores, serviços e objetos.
  • Traz a automação de sistemas de administração mais perto da realidade do desenvolvimento de sistemas, expressando uma infra-estrutura funcional.
  • Seu nível de abstração prove uma flexibilidade cada vez mais relevante para os administradores de sistemas visto que eles necessitam gerenciar uma grande massa de servidores que contenham configurações heterogêneas.

O Puppet é mantido por uma comunidade de desenvolvimento ativa. Uma das vários novidades, que estão disponíveis é um novo web-based dashboard que foi recentemente lançado. Esse dashboard oferece atualmente dois usos funcionais:

  • Configuração de nós usando parâmetros, classes e grupos
  • Monitoramento de status dos nós, com relatórios em tempo real e controle de alteração

Como qualquer nova funcionalidade em código open-source, os usuários da comunidade fornecem feedbacks e funcionalidades. Para a dashboard do Puppet são esperadas diversas atualizações à medida que a mesma vai evoluindo. O dashboard complementa as funcionaliades do Puppet, fornecendo um nível de visibilidade e abstração da infra-estrutura, que é essencial para a equipe de administração de sistemas responsável pela sua gestão.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.