BT

Conflitos são humanos, vamos usá-los a nosso favor

| por Deborah Preuss Seguir 0 Seguidores , traduzido por Lucas Souza Seguir 0 Seguidores em 19 mar 2010. Tempo estimado de leitura: 3 minutos |

Conflito é na realidade uma oposição de necessidades, valores e interesses, que pode ocorrer internamente (com você mesmo) ou entre pessoas ou entre um grupo de pessoas. Existem conflitos "saudáveis" e "destrutivos", e geralmente eliminá-los é uma tarefa muito difícil. Existe um campo de estudos chamado "resolução de conflitos - um conjuntos de métodos para amenizar ou eliminar as fontes de conflitos.

Alguns, entretanto, alegam que a resolução de conflitos é ilusória: que é impossível mudar os outros, e que resoluções efetivas de conflitos são mais sobre auto-conhecimento do que sobre estratégias para lidar com os outros. Para aqueles que treinam times auto gerenciáveis: como lidar com isso?

Lyssa Adkins, autora do livro Treinando Times Ágeis diz que somente não resolver o conflito não funciona pois ele pode ser contra produtivo. Em bons times ágeis os conflitos são bem vindos e utilizados para alavancar a produtividade. Em sua ADP2009 keynote e no seu artigo sobre Melhoria de Software, ela apresenta um modelo desenvolvido por Speed Leas para ajudar os times transformar conflitos destrutivos em formas construtivas.

Foque na linguagem. O que as pessoas falam e como elas falam é a chave principal para avaliar o nível do conflito em um time ágil. O time estará em comunicação frequentemente, então existirão muitas chances de focar na linguagem. Preste atenção nas palavras escolhidas pelas pessoas.

No nível 1, os membros do time falam dos conflitos de forma aberta e construtiva.

No nível 2, as conversas mudam para abrir espaço para a auto proteção.

No nível 3, linguagem distorcida com generalizações, presunções, posições superiores. Consequentemente problemas reais são perdidos.

No nível 4, tornam-se mais ideológicas

No nível 5, estão em pleno combate.

O objetivo de controlar o conflito é desescalá-lo. Times, mesmo os mais novos, mesmo os fragmentados, podem controlar seus conflitos, mesmo os conflitos no nível 3. Mesmo que não seja perfeito ou o trabalho completo que você poderia fazer por eles. Se você observar por um tempo e ver que é  necessário intervir, existem muitas modelos de respostas que você pode empregar...

Times que ativamente controlam conflitos e desescalá-os regularmente podem aprender a torná-los conflitos de nível 1. Eles podem vir com melhores idéias e construírem outras para encontrar novas possibilidades. Isto é usar conflitos como uma alavanca para aumentar a produtividade.

Ironicamente, nossa comunidade Ágil sofre, não menos que os outras, por conta dos conflitos não saudáveis. No post Escalation is Killing Agile - Can We Please Stop It? o líder do Rally e sua treinadora Jean Tabaka fazem um apelo a comunidade, pedindo para parar com essa competição destrutiva da guerra entre métodos ágeis onde um quer sempre estar a frente do outro. Alguns confundiram isso como um pedido para se evitar conflitos. Não é assim, mais tarde ela respondeu com o post Escalation is Killing our Healthy Conflict in Agile:

Alguns ... [inferiram] que eu era anti-conflitos. Muito longe disso! Estudando o funcionamento interno dos times de alto desempenho, eu sempre me refiro ao modelo para fazer decisões participativas do Kaner's. Os conflitos são necessários. Nesse modelo, Kaner insiste que, para ter um alto desempenho, nós devemos levar adiante os conflitos descobrindo assim as melhores decisões. Idéias divergentes devem ser requisitadas. Vozes divergentes devem ser ouvidas. A divergência deve simplesmente acontecer. Isso é, não pule direto para as conclusões. Com tempo suficiente e paciência com as divergências, nós podemos torná-las convergentes.

E você leitor? O que faz com os conflitos da sua equipe? Como torna-os benéficos no seu ambiente de trabalho?

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Confiança by André Faria Gomes

Muito bom! Creio para que atingir o nível é essencial que exista confiança entre os membros do time e todos os outros envolvidos. Em reuniões de retrospectiva sempre falo sobre a "Prime Directive" (www.retrospectives.com/pages/retroPrimeDirectiv...) para lembrar a equipe disso.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

1 Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT