BT
x Por favor preencha a pesquisa do InfoQ !

Gerenciando o Ambiente de um Time Ágil

por Vikas Hazrati , traduzido por Anderson Duarte Vaz em 23 Jul 2010 |

Um fato bem é conhecido é que pessoas deixam gerentes, não organizações. Com tudo, times Ágeis são conhecidos terem uma certa "camaradagem" entre seus membros, entretanto o relacionamento do gestor com os membros da equipe e o ecosistema da organização como um todo é o segredo para ser um gerente Ágil de sucesso.

Johanna Rothman disse que gerentes Ágeis não podem mais continuar a ser gerentes funcionais. Eles precisam ser os campeões para seus times. Isso significa que o gestor tem que conhecer todos os membros da equipe fazendo semanal ou bi-semanalmente uma conversa com cada um. Gestores devem ser capazes de prover feedback, meta-feedback (em outra palavras, feedback sobre como dar feedback) e meta-treinamento (em outras palavras treinamento sobre como treinar).

Gestores também devem fornecer desenvolvimento de carreira. Isso não só somente os ajuda a construírem um relacionamento de confiança com o time mas também fornece um ímpeto para atingir os objetivos da organização. De acordo com Johanna:

O desenvolvimento de carreiras raramente é linear. Pessoas experimentam diferentes papéis no trabalho. Isso é até mais fácil de perceber em um time ágil, onde os membros são generalistas. Um gerente - aquele que não é responsável por um objetivo específico de uma iteração mas é responsável para a organização - pode sugerir alternativas para que uma pessoa assuma diferentes responsabilidades.

Lyssa Adkins sugere que um gestor Ágil é reponsável por todas as atividades que acontecem em volta de um time Ágil. Ele é responsável por gerenciar times, gerenciar investimentos e gerenciar o ambiente organizacional. As subcategorias são:

  • Gerenciar Times
    • Gerenciamento ágil de times
    • Gerenciamento de recursos
    • Gerenciamento de performance
  • Gerenciamento de Investimentos
    • Gerenciamento através de métricas e relatórios
    • Gerenciamento de portfólio Ágil
  • Gerenciamento o Ambiente
    • Gerenciamento de parceiros internos
    • Gerenciamento de fornecedores e terceiros
  • Meta-Competência
    • Mudanças organizacionais

Igualmente, Jeffrey Palmero mencionou que independentemente do time, o gestor Ágil também deve gerenciar o cliente para que o ecossistema do time Ágil possa continuar funcionando sem problemas. De acordo com Jeffrey:

Parte do seu trabalho é gerenciar o time de desenvolvimento, mas você também deve gerenciar o cliente. A satisfação do cliente depende muito da gerência de expectativas. Clientes não gostam de surpresas. Você não deve criar surpresas.

Lyssa mencionou uma série de questões para ajudar um gestor Ágil a analisar se ele está de acordo com o papel de um gestor Ágil. Algumas dessas questões foram:

  • Você está catalizando as mudanças na organização para favorecer os valores ágeis, iniciando com uma cultura que valoriza a entrega?
  • Você promove a remoção de barreiras organizacionais para seus times ágeis? Eles vêem você mais como um mentor e um líder do que como um gerente?
  • Você usa métricas para ajudar os times a aprimorarem sua performance e ajudar os líderes sêniors a tomarem decisões que melhoram o valor da entrega?
  • Como os fornecedores são incentivados a trabalhar da maneira ágil? Seus terceiros ajudam ou empacam seu time ágil?

Assim, as expectativas de um gestor Ágil são muito mais abrangentes e de longo alcançe do que somente gerenciar um time e entregar um projeto. Elas vão desde o desenvolvimento de carreira dos membros dos times removendo barreiras organizacionais até ajudar os clientes a continuarem felizes e terem valor agregado ao seu negócio e investimentos.

Você já é um gestor Ágil?

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

pessoas deixam gerentes, não organizações by Valdemar Júnior

Muito bom o assunto, pena que ainda é uma mudança de paradigma muito forte para os "antigos gerentes". Eles não tem essa percepção de mudança de se tornarem ágeis, ainda com pensamentos hierárquicos.

RE: pessoas deixam gerentes, não organizações by Fabio A. Dalonso

Concordo com o comentário do colega Valdemar Júnior. Estou vivendo isso na pele. (rs)
Mas o fato é, se fracassarmos na mudança do paradigma hierárquico, então penso que todo nosso esforço em mostrar para as organizações o quão melhor é ser ágil, terá sido em vão !

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

2 Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

Percebemos que você está utilizando um bloqueador de propagandas

Nós entendemos porquê utilizar um bloqueador de propagandas. No entanto, nós precisamos da sua ajuda para manter o InfoQ gratuito. O InfoQ não compartilhará seus dados com nenhum terceiro sem que você autorize. Procuramos trabalhar com anúncios de empresas e produtos que sejam relevantes para nossos leitores. Por favor, considere adicionar o InfoQ como uma exceção no seu bloqueador de propagandas.