BT

Lançamento do NetBeans 6.9 traz suporte a JavaFX, Java EE6 and OSGi

por Josh Long , traduzido por Anderson Duarte Vaz em 20 Jul 2010 |

A Oracle lançou a versão 6.9 da sua popular IDE de código aberto denominada Netbeans. Esse é também o primeiro lançamento da IDE sob a administração da Oracle. O lançamento tem algumas modificações incluindo uma série de novas funcionalidades, bem como muitas melhorias.

A primeira das muitas adições, e mais visível para os usuários, é o novo suporte para construção de aplicações JavaFX utilizando a IDE, chamado JavaFX Composer. Muitos aguardavam por esse suporte à JavaFX para deixarem de lado o conjunto de ferramentas específicos para a plataforma. As funcionalidades do JavaFX oferecem uma ferramenta para desenho visual, bem como um editor de código. Os desenvolvedores podem escrever o código, construí-lo e executá-lo com facilidade, assim como reformatar arquivos de código. As ferramentas visuais serão a opção mais atrativa para usuários que estão procurando alternativas as ferramentas visuais do Flash da Adobe. O compositor JavaFX permite que as pessoas manipulem visualmente uma aplicação, arrastando e largando componentes na tela. A ferramente permite você usar - e visualmente alterar suas propriedades - todos os componentes padrões disponíveis vindos do SDK. O compositor JavaFX também provê suporte para vincular serviços web e banco de dados aos componentes utilizando uma idéia genérica e abstrata de fontes de dados e conjunto de registros. Portanto, é muito fácil criar essas fontes de dados na IDE.

A ferramenta se integra de forma agrádavel com a suíte de produção JavaFX. A suíte é um pacote de plug-ins que habilita um melhor fluxo de desenho/desenvolvimento entre os desenvolvedores de aplicações JavaFX - aqueles que fornecem a lógica da aplicação - com artistas e designers que tem tendência mais visual - aqueles que fornecem sutileza e interface com o usuário de uma aplicação - utilizando ferramentas de desenho padrão como os produtos Illustrator e Photoshop da Adobe. Com os plugins, um designer pode renderizar um desenho vetorial, colocar os elementos da ilustração em diferentes “camadas”, atribuir nomes, e então exportar a ilustração em um formato que o JavaFX consegue ler. Esse arquivo pode ser colocado na aplicação Java e ser pré-visualizada no JavaFX Composer. Adicionalmente, as camadas nomeadas podem ser referenciadas e manipuladas visualmente (e programaticamente) no JavaFX Composer. O JavaFX Composer suporta os estados do JavaFX, que o qual descreve a configuração de um objeto a partir de um nome. Estados são muitas vezes usados da mesma maneira que você usaria key-frames em uma ferramente de edição de vídeo. Você pode, por exemplo, animar um objeto entre dois estados.

O lançamento também traz um avanço na plataforma NetBeans RCP. Enquanto “NetBeans” descreve uma IDE, NetBeans RCP é o framework que está abaixo da IDE. O framework facilita a construção modular e consistente de aplicações Swing. Essa plataforma, e a sua IDE, tem 13 anos de idade. Muitas entidades - como indústria e escolas - construiram ferramentas com base na plataforma NetBeans RCP. Esse lançamento fornece grande facilidade de uso para aqueles que estão querendo usar a plataforma, a sua consistência, e conjunto padrão de ferramentas Swing com OSGi. OSGi - uma especificação que descreve o ciclo de vida de componentes Java em dado classloader - é um framework modular usado pelo IDE Eclipse. A funcionalidade OSGi habilita integração entre componentes OSGi com o sistema NetBeans Module: desenvolvedores podem utilizar os módulos NetBeans a partir do OSGi, eles podem usar serviços OSGi dentro do NetBeans RCP, e eles podem executar todo o NetBeans RCP como OSGi.

O NetBeans 6.9 também oferece muitos refinamentos. O conjunto genérico de ferramentas para desenvolvedores web foi atualizado com um novo suporte para - entre outras coisas - refatoração de elementos HTML e CSS. O lançamento também apresenta atualizações para os editores de PHP e Ruby na IDE. O NetBeans 6.9 suporta a novíssima plataforma Spring 3.0 que foi lançada em Novembro de 2009. O suporte a Java EE6 que foi adicionado no NetBeans 6.8 coincide com a finalização da especificação da plataforma JEE 6 no final do ano passado. Entretanto, algumas partes da especificação foram finalizadas depois e por isso o suporte do NetBeans 6.8 ficou incompleto. Esse lançamento oferece melhor suporte para CDI (a API de injeção de dependência do Java EE6), JSF 2.0 (incluindo Facelets), e as APIs Web Beans.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.