BT

Você aposta no futuro de Javascript no Servidor?

por Lucas Souza em 12 Nov 2010 |

Linguagens dinâmicas rodando dentro da Java Virtual Machine (JVM) estão se tornado uma tarefa cada vez mais comum. Pedro Mariano escreveu recentemente um post na InfoQ Brasil falando a razão pela qual devemos considerar o uso do Javascript server-side.

Pedro citou algumas vantagens e desvantagens em relação ao uso de Javascript no client side no fórum de arquitura o tectura:

Na minha opinião, acho que Javascript no server side tem bastante futuro, principalmente pelo quesito aprendizado.

A questão do aprendizado com certeza tem uma grande influência no uso de Javascript server-side, principalmente pelo fato do constante aprendizado, além do fato de poder utilizar as coisas boas destas linguagens e aplicar em linguagens que somos mais fluentes.

Renato Elias, citou alguns pontos que ele acha interesse em utilizar Javascript no server-side:

Tenho usado nodeJS em alguns projetos, a idéia toda por trás dele não é o fato apenas do JS, ele é apenas uma “cola” elegante, ao fato de uma linguagem orientada a eventos, ao invés de threads para programação concorrente.

E nisto JS se encaixou muito bem, pois já fazíamos isto, apenas não percebíamos, “AJAX”, é basicamente isto, faça algo quando a requisição finalizar, e aproveitando esta expertise, o node foi criado.

Quanto bibliotecas, perfomance, e paradigma funcional/ orientada a objetos, são tudo detalhes,

Alguns fatos: bibliotecas, temos sim várias, e muitas más escritas, mas em em JAVA, PHP, C++ e todos as outras linguagens ocorre o mesmo.

Perfomance, é muito boa, as vezes chegando a ser mais rápido que Java, tecnicamente Java deveria ser mais rápido, o GC dele também é muito superior ao do PHP, e a VM do PHP tende a ficar lenta depois de um grande tempo rodando sem parar, ela não foi feita para isto, JS por causa de ter páginas que ficam dias abertos, acabou sendo super-otimizada, não tem linguagem de C++ nativo compilado, já que você está colocando um programa para rodar em código de máquina e no outro em uma VM.

Linguagem: o JS tem melhorado muito e o uso do strict mode, vai trazer reparos e evolução em muitos quesitos, a questão é que JS é uma linguagem com uma maior quantidade de programadores, e é a linguagem mais desprezada do mundo.

A discussão seguiu com a seguinte questão de Rubem Azenha:

Tirando node.js, tem algum outro motivo pra usar javascript no lugar de Ruby ou Python?
Javascript é um linguagem “legal”, mas é tão mais legal assim que Ruby e Python?

Caires Vinícius acha interesse o uso de Javascript por causa da quebra de paradigma da linguagem:

Eu acho Ruby uma linguagem legal assim como Python, atualmente tenho inclusive mais preferência por Python.
Porém gosto mais de Javascript por ter um paradigma diferente. JS server-side tem dois caras muito fortes que são o Rhino e o V8.

O que realmente importa é resolver o problema com a melhor solução possível. Como disse Ola Bini no Rubyconf que foi realizador recentemente no Brasil:

...pode ser mais difícil usar uma ferramenta para resolver um problema em uma linguagem A que você já conhece, do que aprender uma linguagem B que serve para resolver esse tipo de problema

Javascript tem se tornado cada vez mais forte e consolidada no mercado. Além de ser "querida" por muitos desenvolvedores. Com o poder de utilizar linguagens dinâmicas dentro da JVM, estas discussões acerca de linguagens certas para determinados problemas se tornarão cada vez mais frequentes.

E você leitor, acredita no futuro de ferramentas como o Node.js? E no futuro de Javascript no server-side?

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Abertura do tema. by Bruno Simioni

Eu também acredito no Javascript em servidores, e há grandes projetos que viabilizam essa implementação. Acredito que o artigo poderia ser melhorado colocando outros argumentos que não li nesse post, nem no post relacionado, sobre o porque considerar javascript no servidor, como por exemplo, facilidade de depuração/implementação, vocabulário reduzido, tipagem fraca, tratamento de erros, multithreading, entre outros.

Poderiam falar também sobre o suporte do Javascript no engine de webservices Apache Axis2, ou mesmo sobre a utilização do Xulrunner (runtime da Mozilla para desenvolvimento de aplicações RIA) como meio para criação de servidores de conteúdo, utilizando javascript compilado (JägerMonkey) para viabilizar aplicações.

Acredito que o tema tem um futuro promissor.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

1 Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.