BT
x Por favor preencha a pesquisa do InfoQ !

Google estreia suporte a OAuth 2.0 no Google APIs

por James Vastbinder , traduzido por Giovanni Abner em 16 Mar 2011 |

Esta semana o Google anunciou suporte experimental ao OAuth 2.0, com tokens "ao portador" (bearer tokens). Lançou também  versão mais simples e limpa da página que solicita autorização ao usuário.

Atualmente o OAuth 2.0 está na 13ª revisão e o Google APIs suporta a 10ª.  Os três fluxos do OAuth 2.0 suportados são:

  • Do lado cliente, para aplicações JavaScript executadas em um navegador
  • Do lado servidor, para aplicações web que armazenam informações mediante autenticação
    • Neste caso o Google exige cadastro prévio do nome da sua aplicação e da URL para redirecionamento
  • De aplicações nativas, para aplicações desktop e móveis

No momento está disponível apenas uma biblioteca cliente para Python, mas o Google está desenvolvendo várias outras.

[Escrito por James Vastbinder; Traduzido e adaptado por Giovanni Jr.]

 

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

Percebemos que você está utilizando um bloqueador de propagandas

Nós entendemos porquê utilizar um bloqueador de propagandas. No entanto, nós precisamos da sua ajuda para manter o InfoQ gratuito. O InfoQ não compartilhará seus dados com nenhum terceiro sem que você autorize. Procuramos trabalhar com anúncios de empresas e produtos que sejam relevantes para nossos leitores. Por favor, considere adicionar o InfoQ como uma exceção no seu bloqueador de propagandas.