BT

Google Code ganha suporte ao Git

por Alex Blewitt , traduzido por Rodrigo Urubatan em 28 Jul 2011 |

O Google Code finalmente adicionou suporte a repositórios Git. Antes, eram eram suportados apenas repositórios Subversion e Mercurial para controle de versões dos projetos hospedados (veja detalhes nesta investigação de 2008).

A adoção do GitHub vem crescendo exponencialmente e já é grande o número de projetos utilizando o armazenamento do GitHub com o gerenciador de bugs do Google Code. Outra prova da força do Git/GitHub  é que a hospedagem do Eclipse Labs foi substituída por uma sincronização com o GitHub, e está em andamento a migração completa para o GitHub, a ser concluída com o lançamento da versão Juno do IDE Eclipse. O Google Code estava, portanto, correndo o risco de ser escanteado apenas para hospedagem de repositórios não Git.

Um provável motivo para que apenas o Mercurial (entre os VCS distribuídos) fosse suportado até o momento é a infraestrutura Python já existente no Google e o fato de ser mais fácil configurar o Mercurial para que utilize o GFS como backend, do que fazer a mesma configuração no Git. Entretanto, com o lançamento do Eclipse Indigo e a inclusão do JGit 1.0, se tornou possível para o Google integrar a atual infraestrutura com um frontend mais atualizado. Além disso, existem muitas outras bibliotecas para acesso e gerenciamento de repositórios Git, como a libgit2, a qual deu origem a bibliotecas para outras linguagens, como o pygit2. Isso facilita o uso de repositórios Git por programas criados em Python

O Google não disse exatamente qual infraestrutura está sendo utilizada, mas o efeito no frontend é imediato. Se você tem um projeto hospedado no Google Code, já pode criar um repositório Git. Isso também é verdade para novos projetos, em que se pode escolher qual tipo de repositório utilizar.

Alguns detalhes: é possível migrar para o Git projetos existentes do Google Code, usando outros repositórios, entretanto o conteúdo do wiki do projeto também é armazenado no controle de versões, no caso do SVN no ditretório wiki e no caso do Git ou Mercurial (hg) em um domínio separado como wiki.nomedoprojeto.googlecode.com/git (ou /hg). Como resultado, quando se muda de um repositório para outro, é preciso migrar manualmente as páginas wiki. Projetos utilizando o wiki ou o gerenciador de bugs do Google Code, e que decidirem migrar para o Github, serão avisados para fazer primeiro uma cópia local do conteúdo do wiki (com o comando

git svn clone

), antes de mudar de repositório, para minimizar o tempo em que as páginas do wiki ficarão offline.

Com o Google Code entrando para o time do GitHub e do SourceForge, todos os maiores serviços de hospedagem de projetos open source suportam Git para o controle de versões. E seja qual for a implementação utilizada ou as razões por trás das escolhas de tecnologuias, o suporte ao Git no Google Code vai pender mais ainda a balança para o lado do Git, deixando-o mais perto de se tornar o padrão de fato para hospedagem de projetos open source.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.