BT

Novo framework do Google para iOS e Mac incentiva uso de APIs

| por Alex Chiaranda em 01 set 2011. Tempo estimado de leitura: 1 minuto |

O Google disponibilizou um novo framework para Objective-C, para acesso a suas APIs. O foco é em facilitar e incentivar o uso em dispositivos iOS (iPad, iPod Touch e iPad). Com a mudança do padrão para tráfego de dados de Atom para JSON, o acesso a rede foi otimizado. Há também ganhos em segurança e em suporte de ferramentas.

Lembrando que o Google oferece um conjunto de APIs abrangente, em várias linguagens, para acesso aos seus serviços, incluindo email, calendário, busca e contatos; a lista completa pode ser encontrada no Catálogo de APIs. Com a nova implementação, chamada Google APIs Client Library for Objective-C, os desenvolvedores para MacOS e iOS passam a ter acesso mais eficiente a esses serviços.  

A versão anterior da biblioteca se comunicava utilizando o padrão Atom, o que não era um processo simples em plataformas móveis, pois o Atom usa o XML para o tráfego de dados, consumindo largura de banda significativa. Com isso, devido à capacidade limitada de processamento e memória dos dispositivos – e principalmente a velocidade de rede reduzida – os desenvolvedores optavam por não utilizar as bibliotecas disponíveis.

A nova biblioteca resolve essa limitação. Foi otimizada para rodar em dispositivos móveis e se comunica com os serviços do Google utilizando JSON. Isso otimiza o uso da rede e o tempo de processamento das respostas. Outra mudança significativa foi a substituição da autenticação tradicional com usuário e senha, em favor do OAuth2, aumentando a segurança.

Além disso, é disponibilizada uma API de alto nível em Cocoa 2.0 para os serviços no Google APIs Discovery Service, com setters para todos os campos disponíveis em cada serviço. Isso possibilita utilizar o autocomplete de código do XCode, facilitando o desenvolvimento.

A biblioteca já está disponível nos repositórios do Google, e é compatível com iOS 3 e Mac OS X 10.5, ou versões superiores. Em alguns casos, pode ser necessário criar uma chave (API key) para a sua aplicação, como já acontece em vários serviços do Google. Uma boa introdução mostra como baixar e utilizar a biblioteca.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT