BT
x Por favor preencha a pesquisa do InfoQ !

Python e Django agora são suportados no Heroku

por Rafael Nunes em 29 Set 2011 |

Dando continuidade à sua estratégia de ser um provedor de PaaS (Platform as a Service) multiplataforma e multilinguagens, o Heroku lançou esta semana o suporte a aplicações desenvolvidas em Python. O suporte se estende também ao popular framework Django, para desenvolvimento web.

Inicialmente o Heroku foi criado com uma forma simples de se fazer o deploy de aplicações Ruby na nuvem e é à comunidade Ruby e Rails que deve grande parte do seu crescimento e fama. Porém, após a aquisição da plataforma pela Salesforce, deu-se início uma expansão que trouxe suporte a outras plataformas como Java, Node.JS e Clojure.

O anúncio e o exemplo de deploy de uma aplicação Python no Heroku podem ser acompanhados no blog da plataforma. Para conhecer mais sobre o desenvolvimento em Python/Django visando o deploy no Heroku, vale a visita a esta página do devcenter.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

Percebemos que você está utilizando um bloqueador de propagandas

Nós entendemos porquê utilizar um bloqueador de propagandas. No entanto, nós precisamos da sua ajuda para manter o InfoQ gratuito. O InfoQ não compartilhará seus dados com nenhum terceiro sem que você autorize. Procuramos trabalhar com anúncios de empresas e produtos que sejam relevantes para nossos leitores. Por favor, considere adicionar o InfoQ como uma exceção no seu bloqueador de propagandas.