BT

Lançado o JBoss AS 7.1, com certificação Java EE 6 Full Profile

por Fernando Lozano em 17 Fev 2012 |

Em 15 de fevereiro foi liberada a versão final do servidor de aplicações JBoss AS 7.1, que tem como principal novidade, em relação aos releases anteriores a certificação Full Profile do Java EE 6 (os releases anteriores eram certificados apenas no Web Profile)

Outra mudança importante é a maior rigidez na segurança: agora todos os acessos remotos, especialmente os administrativos, são protegidos por login e senha na configuração inicial. Nas versões anteriores, vários acessos administrativos eram abertos ao público, por exemplo o web-console ou o JMX remoto, permitindo a utilização do servidor para a inserção e propagação de vírus.

O novo release inclui novos recursos nas interfaces administrativas de linha de comando e web, que agora cobrem 80% dos subsistemas do servidor. Nas séries 4, 5 e 6 do JBoss AS a maioria das tarefas administrativas exigia a edição e a cópia manual de arquivos XML, ou então acesso direto a MBeans via JMX. Somente tarefas básicas como o deploy de aplicações e a configuração de Datasources podiam ser feitas pelo console administrativo. Já na série 7, recomenda-se o uso da interface CLI, ou das APIs subjacentes; além disso, não se deve editar diretamente os arquivos de configuração.

O console administrativo do JBoss AS 7.1 é um novo software, sem relação com o JOPR/RHQ que formavam a base do console nas séries 5 e 6; também se diferencia em relação ao web-console das séries 3 e 4, que eram nada mais do que consoles JMX genéricos.

Agora é possível visualizar, através do novo console administrativo, as métricas de desempenho para EJB, JMS, Datasources, Persistence Units e o container web, além de acompanhar métricas da própria JVM.

A configuração padrão do servidor (profiles "default" ou "ha") não é totalmente aderente ao Java EE 6 Full Profile, estando mais próxima do "Cloud Profile", ainda em definição como parte do Java EE 7. Usuários interessados em uma configuração Java EE 6 Full Profile devem usar os profiles "full" ou "full-ha".

Administradores e desenvolvedores interessados no novo release podem baixá-lo como um arquivo ZIP, que pode ser instalado em qualquer sistema que tenha suporte ao OpenJDK ou ao Oracle JDK. O download já fornece os scripts necessários para se incluir o start no boot de SOs Unix e também para a configuração de serviços em plataformas Windows. Foram identificados problemas na execução sob o JDK da IBM, que podem ser contornados removendo-se os conectores nativos do HornetQ, que é o servidor JMS embutido no JBoss AS 6 e 7.

Embora o release 7.1 seja considerado "Final", muitos recursos importantes para "missão crítica", como por exemplo a clusterização de SFSB e Single-Sign-On, estão disponíveis pela primeira vez neste release da série 7. Os interessados em usar o novo release em produção, podem preferir uma homologação mais detalhada ou aguardar uma futura atualização.

O JBoss AS 7.1 deverá ser a base para o JBoss EAP 6, o produto suportado comercialmente pela Red Hat, ainda sem data definida de lançamento.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.