BT

O que virá no HTML.Next?

por Abel Avram , traduzido por Rafael Sakurai em 01 Jun 2012 |

O W3C continua evoluindo a especificação atual do HTML5, mas já começou o trabalho no HTML.Next, incluindo novos elementos e atributos.

Michael Smith, editor do W3C, juntou alguns de elementos e atributos que foram planejadas para as versões futuras do HTML, que farão parte do HTML 5.1, 5.2 ou o HTML6. As duas funcionalidades mais importantes são Web Intents e Web Components.

Os Intents ("intenções") são similares aos intents do Android, expondo as aplicações web para que possam ser registradas como tratadores de intents. "Por exemplo, pode-se registrar uma aplicação web como um editor de fotos, que o usuário pode chamar se quiser editar uma foto", diz Smith.

Michael Smith acrescenta que os Web Components fornecem uma "maneira para encapsular novos tratamentos para os elementos do DOM; são similares ao XBL 2.0". XBL é a linguagem de vinculação (Binding) do XML, que associa elementos de um documento, como scripts, tratadores de eventos, CSS, a outros modelos de conteúdo em um outro documento.

Atributos

Abaixo são apresentados os novo atributos planejados.

  • capture - propriedade para entrada de elementos e fornece acesso à câmera, microfone, gravadora e o sistema de arquivos. De acordo com Smith, o atributo já está implementado, mas ficou para uma próxima especificação, talvez na versão 5.1 ou 5.2.
  • inputmode - ajuda na apresentação de tipos de teclados específicos, uma versão otimizada para digitar letras, números etc.
  • download - o autor do documento indica o elemento que prefere usar para fazer download do recurso. O valor do atributo é especificado com o nome padrão do recurso.
  • ping - usado para auditoria de hyperlinks.

Elementos

A seguir, apresentamos os novos elementos.

  • content - "Representa um ponto de inserção na sub árvore do shadow DOM. O ponto de inserção é substituído pelos elementos filhos no momento da renderização. O próprio elemento <content> em si nunca é renderizado."
  • datagrid - uma representação de árvore interativa e ordenável, em formato de lista ou dados tabulares com linhas e células.
  • decorator - template especifico usado em conjunto com código CSS para determinar a aparência e o funcionamento básico de vários componentes da página.
  • element - usado para definir um elemento personalizado.
  • intent - usado para declarar uma intenção;
  • menuitem - comando associado com um item de menu da aplicação web.
  • reco - para reconhecimento de fala.
  • shadow - "Especifica um ponto de inserção, onde serão renderizadas as sub-árvores da lista de shadow DOM de um elemento. O próprio elemento <shadow> nunca é renderizado".
  • template - usado para definir blocos de marcação de texto inativo que podem ser acionados posteriormente.
  • tts - texto-para-fala

Com relação ao elemento template, Smith disse que há uma discussão dentro do Grupo de Trabalho (Working Group) do HTML no sentido de decidir se este elemento será necessário. O mesmo acontece com os elementos reco e tts; alguns integrantes consideram que seria mais apropriado usar as respectivas funcionalidades através de scripts. Há também uma discussão em andamento sobre código de marcação versus scripts, no sentido de decidir o que deve ser tratado como código de marcação e o que deve ser deixado para os scripts.

Para os interessados em usar HTML5, há muitos sites e outras fontes mostrando quais funcionalidades do HTML5 são suportadas pelos navegadores, entre elas "A Plataforma Web: tecnologia dos navegadores", e "HTML5 por favor". É recomendado o uso destas referências, pois algumas funcionalidades incluídas inicialmente na especificação do HTML5 serão removidas devido à falta de implementação. Um exemplo é o elemento command. Smith diz que este será removido da especificação do HTML5, porque nenhuma das empresas de navegadores mostrou interesse em implementá-lo.

Com relação ao futuro do padrão do HTML5, Smith destaca que segundo o plano atual a especificação se tornará uma "recomendação" até o final de 2014. Neste momento, a especificação estará estável o suficiente para que a indústria possa adotá-la com segurança.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.