BT

Ensino de programação para todos: oportunidade para suprir as demandas de mercado

por Paulo Rebelo em 04 Mar 2013 |

Foi lançado recentemente o site Code.org, com o objetivo principal de disseminar conhecimento em programação e tentar suprir a grande demanda de programadores prevista para os próximos anos, principalmente nos Estados Unidos.

O site tem o apoio de grandes nomes da indústria norte-americana que corroboram com a ideia, tais como: Bill Gates (Microsoft), Mark Zuckerberg (Facebook), Eric Schmidt (Google), além de alguns nomes da política, esporte e música: Bill Clinton (ex-presidente norte-americano), Chris Bosh (Miami Heat) e will.i.am (Black Eyed Peas).

Um vídeo institucional de divulgação do site, em que são apresentadas as razões da iniciativa Code.org, está invadindo as redes sociais e tem se propagado rapidamente. No vídeo, uma frase célebre de Steve Jobs ganhou destaque:

Todos deste país deveriam aprender como programar um computador... pois isso ensina você a pensar.

Depois, Bill Gates conta a sua história:

Eu tinha apenas 13 anos de idade quando tive acesso ao primeiro computador. Codifiquei um programa de Jogo da Velha.

Mark Zuckerberg incentiva o aprendizado de programação dizendo:

Acredito que você pode começar programando pequenas coisas. E um dos maiores equívocos sobre a Ciência da Computação e programação, em geral, é o fato de que você precisa aprender um grande conjunto de informações antes de começar a construir algo.

Segundo a estatística exibida no próprio site, há um crescimento acentuado da demanda de programadores nos Estados Unidos, mostrando que o país não terá condições de suprir a demanda até 2020, pelo menos. Outra notícia, publicada no InfoQ, reforça a procura por desenvolvedores e demonstra como está a demanda por contratação de profissionais que seguem a filosofia ágil.

Na mesma linha do Code.org, vários cursos online e gratuitos estão disponíveis na Internet, e oferecem conteúdo, material e carga horária adequados, como: Coursera, Udacity, Edx, Teaching Tree e Veduca (em português).

E quanto ao Brasil? Como está o mercado de desenvolvimento de software? Não seria uma brilhante ideia disseminarmos o ensino de forma gratuita por aqui? O aprendizado de programação não somente alavanca a economia do país como ensina algo muito mais importante à população: pensar logicamente e de forma estruturada.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Programação não é para todo mundo by Eric Hideki

Um amigo no twitter(@Jonathan_hepp)compartilhou um link bem interessante mostrando o ponto de vista contrário ao vídeo, afirmando que programar não é para todos, desmitificando totalmente as afirmações dos entrevistados. O texto está em inglês, mas acredito que seja bem interessante dar uma lida como forma de enriquecimento de opiniões.

symbo1ics.com/blog/?p=1615 de ROBERT SMITH

Grande abraço!

Re: Programação não é para todo mundo by Alessandro Willian

Eles querem mais gente para pagar "quinhentão" no projeto de "home page". Eles precisam de mais gente para saturar a área.

Re: Programação não é para todo mundo by Paulo Rebelo

Oi Eric,

Eu entendo o seu ponto de vista, o que podemos acreditar é que algumas pessoas têm mais facilidade para programar do que outras. O ser humano é capaz de realizar qualquer função, devemos apenas acreditar nele. Muitos não têm qualquer afinidade com medicina, outros com tecnologia, e assim por diante. Isso é algo natural mesmo. Pensando de forma positiva, o que eles estão querendo oferecer é um incentivo para programar e não forçando ninguém a isso. E qualquer incentivo para o aprendizado é totalmente válido, ainda mais quando é gratuito. Existem muitas pessoas carentes que seriam excelentes programadores se tivessem oportunidade, concorda?

Abração!

Re: Programação não é para todo mundo by Paulo Rebelo

Oi Alessandro,

Realmente parece isso, mas eu posso falar a você com honestidade que está muito difícil contratar programador nos Estados Unidos. Eu participei de projetos de desenvolvimento nos Estados Unidos e passei por isso, simplesmente não se encontram programadores por lá. Visualizando por outra dimensão, a área está sendo bem valorizada.

Abraço!

Re: Programação não é para todo mundo by César Augusto de Paula

Pode estar sendo bem valorizada lá nos EUA... Por que aqui o salário ó...

Programação não é para todo mundo by Fábio Brito Pinto

A maioria das pessoas não sabe nem fazer uma formula tosca de comparação "SE" no excel, imagina se vão saber programar.

Devia incentivar a ter aulas de direito e ética nas escolas.

Ensino de programação para todos: oportunidade para suprir as demandas de m by jacques jonjacs

"E quanto ao Brasil? Como está o mercado de desenvolvimento de software? Não seria uma brilhante ideia disseminarmos o ensino de forma gratuita por aqui?" O professor Neri Videoaulas praticamente já faz isso em nosso país! www.facebook.com/neri.videoaulas

Re: Programação não é para todo mundo by Rogerio Alves

Concordo do início ao fim de sua afirmação. O mercado brasileiro, que já não dá o devido respeito ao profissional de informática, uma vez que não temos conselho, salário base ou mesmo temos direito à greve, pois faça greve e você estará fora da(s) empresa(s) (já que elas se inter-relacionam), com a entrada de pseudo-programadores no mercado, será o fim para quem é graduado (e às vezes pós) e estuda diariamente para se manter no mercado com tantas tecnologias.

Re: Programação não é para todo mundo by ALISSON FERREIRA

Quando a imprensa foi criada e deu início a publicação em massa de livros falaram a a mesma coisa que "ler não era pra todo mundo!"

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

9 Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.