BT

Adoção Ágil: a importância das práticas técnicas, pensamento sistêmico e cultura

por Ben Linders , traduzido por Diogo Carleto em 13 Nov 2013 |

Simplicidade, feedback, comunicação, respeito e coragem. Estes valores do eXtreme Programming (XP) continuam a inspirar a equipe da conferência XP Days Benelux 2013. O programa desta conferência consiste em dois dias de sessões que abrangem muitos aspectos do Agile, como: técnicas de testes e desenvolvimento, planejamento e clientes, indivíduos, equipes, processos e melhoria contínua.

O InfoQ.com entrevistou dois dos anfitriões da conferência, Merlijn Van Minderhout e Pascal Van Cauwenberghe, sobre novidades no Agile, transformações ágeis bem sucedidas e as necessidades das organizações Europeias na adoção do Agile.

InfoQ.com: Quais desenvolvimentos novos estão ocorrendo nas comunidades ágeis? Qual o motivo para os novos desenvolvimentos? Sabem o que está causando isso?

Pascal: Pode ser uma tendência em confirmação, mas vejo mais sessões sobre as praticas técnicas XP e trabalho com código legado. Passamos por um período de "rápido desenvolvimento" em que a excelência técnica tem sido negligenciada, e agora todos estes projetos "ágeis" podem ser paralisados devido a "dívida técnica". Isso é bom para perceber que mais e mais pessoas tomaram consciência do fato de que não há como se manter ágil se não mantiverem código maleável.

InfoQ.com: Há trilhas na conferência sobre assuntos técnicos, equipes e indivíduos, processos e também clientes, e planejamento. Se uma transformação ágil precisasse considerar todas estas áreas, não seria muito difícil planejar e executar?

Pascal: Em poucas palavras: sim. Em uma resposta mais longa: sim, e é por isso que é necessária uma abordagem sistêmica (pensamento sistêmico, pensamento complexo, teoria das restrições…), para guiá-lo no entendimento do sistema e na percepção de como estão os pontos de alavancagem. Não é somente um "planejar e executar", mas um ciclo interminável de: entender, planejar uma mudança, realizar um experimento, e revisar. É por isso que a organização por trás do XP Days é chamada de "Agile Systems": Pensamentos Sistêmicos + Ágeis para construir sistemas ágeis.

InfoQ.com: Às vezes ouvimos sobre transformações ágeis que não são bem sucedidas. Sabem as razões pela qual falharam? E o que pode ser feito para aumentar as chances de sucesso com a adoção do Agile?

Merlijn: Embora várias práticas ágeis terem pontos de partida simples, uma transição para o Agile não é simples. Como dito nas questões e respostas anteriores, envolve várias áreas. É dai que surge a complexidade e é quando as coisas se tornam complexas: erros serão cometidos. E na verdade, cometer erros (ou não, de preferência cedo e muitas vezes) é a chave para a aprendizagem efetiva e melhoria. Muitas organizações param no ponto em que falham, em vez de tomá-lo como um novo ponto de partida.

InfoQ.com: A adoção do Agile na Europa é diferente se comparada a outros continentes? As organizações têm diferentes necessidades na Europa, ou abordagens diferentes que são usadas ​​pelos coaches ágeis na Europa?

Merlijn: Já vi várias diferenças dentro da Europa e mesmo em outro país. A cultura de uma empresa tem uma grande influência sobre a forma de abordar a mudança ágil. Ter mente aberta, tolerância a erros, alguém autorizado a falar, etc. Eu diria que a cultura da empresa tem mais influência no sucesso da adoção do Agile do que a sua localização específica no mundo. Claro que muitas vezes a cultura da empresa está fortemente relacionada à cultura de um país.

InfoQ.com: A conferência XP Days Benelux cobre mais do que o XP, também vejo sessões abrangendo Scrum, Kanban e mudanças organizacionais. Já consideraram alterar o nome da conferência?

Pascal: sim, consideramos isso todos os anos. Está se tornando um tipo de ritual. E sempre chegamos à mesma conclusão (até agora): o "espírito XP", o valores do XP continuam importantes para nós. Estes valores inspiram como organizamos o XP Days: simplicidade, feedback, comunicação, respeito e coragem. Coragem para informar o que não funciona; coragem para estar aberto e tentar novas coisas; coragem para reconhecer o que não sabemos (ainda); coragem para ampliar as fronteiras, para sempre tentar fazer o melhor, para não estagnar no conservadorismo confortável. E no final do dia você não constrói sistemas com Post-its. Excelentes práticas técnicas são um pré-requisito para a agilidade sustentável.

A conferência será realizada nos dias 28 e 29 novembro, em Mechelen (Bélgica). XP Days Benelux é apoiada pela Agile Systems, uma organização sem fins lucrativos cujos objetivos são desenvolver e difundir conhecimentos e experiências relacionadas aos métodos ágeis e pensamento sistêmico. O InfoQ.com cobriu a conferência XP Days Benelux 2012 com notícias sobre as sessões do primeiro e segundo dia.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.