BT

Início Notícias Lean e liderança ágil com o framework SAFe

Lean e liderança ágil com o framework SAFe

Favoritos

O Framework SAFe (Scaled Agile Framework) provê práticas, papéis, atividades e artefatos para aplicar o desenvolvimento Lean e Agile em escala corporativa.

No congresso Scaling Agile for the Enterprise do dia 22 de janeiro de 2015 em Bruxelas (este texto fora concluído antes), Dean Leffingwell apresentará como o framework SAFe (Scaled Agile Framework) pode ser implantado em produtos ou serviços empresariais. Dean Leffingwell abordará os princípios de Lean e liderança ágil, que dão suporte a gerentes e executivos a obter conhecimento e habilidades para liderar empresas de software. O evento será apresentado pelo Agile Consortium da Bélgica e gerenciado pela UNICOM. O InfoQ cobrirá o evento com Q/As, críticas e artigos.

O InfoQ entrevistou Dean sobre a implantação do framework SAFe, formação de times ágeis multifuncionais e alinhamento entre os times, a equipe do SAFe e os princípios do Lean e liderança ágil.

InfoQ: Você pode descrever brevemente o framework SAFe, focando no que é e como ele pode ser implantado nas organizações?

Dean: O framework SAFe é uma base de conhecimento online, de livre acesso a todos, com padrões de sucesso para aplicação de Lean e desenvolvimento ágil em empresas. O website do framework SAFe permite aos usuários navegarem por uma visão geral do framework SAFe (SAFe Big Picture) para entender os papéis, times, atividades e artefatos necessários para escalar estas práticas no nível corporativo.

Baseado nos princípios imutáveis do desenvolvimento ágil, pensamento Lean e o fluxo de desenvolvimento de produtos, o framework SAFe está sendo adotado por centenas das maiores empresas dependentes de software entre todos os segmentos da indústria. A adoção do framework SAFe traz benefícios de negócio substanciais como time-to-market mais rápido, maior qualidade, produtividade e comprometimento dos funcionários. Para mais informações sobre o framework SAFe, basta visitar o website e conferir os estudos de casos de empresas como Intel, Discount Tire, John Deer, Nokia, ValPak, Telstra, entre outras.

InfoQ: O framework SAFe pode ser usado para sincronizar os times e apoiar a colaboração entre eles para entregar software quando há muitos times. Pode nos contar um pouco mais sobre isso?

Dean: Um dos pontos chaves do framework SAFe é o alinhamento de muitos times ágeis em torno do fluxo de valor. Fluxos de valor são construções enxutas que proveem padrões organizacionais para entender e entregar continuamente valor. Fluxos de valor são implantados através de programas chamados Trens de Entrega Ágil (Agile Release Trains - ARTs). ARTs são times de longo prazo que servem de mecanismo de entrega de fluxo de valor. Cada trem possui os recursos dedicados necessários para construir e entregar soluções de grande valor continuamente.

Existem alguns conceitos-chave dos ARTs:

ARTs trabalham num prazo fixo e confiável (time-boxed) da mesma forma que as iterações dos times ágeis, provendo uma cadência regular de desenvolvimento, numa velocidade fidedigna (ótima para planejamento e orçamento) e planejamento previsível. Eles também dão orientação sobre arquitetura, experiência de usuário (UX) e governança sobre a entrega.

A maioria das pessoas necessárias ao ART é dedicada ao trem, independente da estrutura de subordinação funcional. Isso torna mais fácil de aplicar o SAFe, sem ter que reorganizar a empresa toda.

InfoQ: Você pode explicar como o framework SAFe pode ajudar as organizações a formar times ágeis multifuncionais?

Dean: Este é outra coisa boa dos ARTs. Uma vez que se compreenda quais são os seus fluxos de valor, as empresas podem estabelecer quem deve estar dedicado a cada fluxo de valor, e então formar os times ágeis e os ARTs com as pessoas corretas para essa missão. Os ARTs planejam juntos, trabalham juntos e estão alinhados em torno de uma missão comum, que é comunicada numa cadência regular através das cerimônias de planejamento de Incremento de Programa (Program Increment ou PI). Incrementos de Programa se assemelham às iterações no nível do time. Entretanto, cada Incremento de Programa agrega uma série de iteração de múltiplos times em uma quantidade de tanto tempo e valor, um nível adequado para a revisão do negócio, reflexão e, quando necessário, mudança de direção.

InfoQ: Você poderia dar alguns exemplos de estudos de caso sobre como organizações implantaram o framework SAFe para aumentar o foco na entrega de valor para os seus clientes e aumentar os resultados em sua área negócio?

Dean: Com certeza!

Por exemplo, Scott Prugh da CSG acabou de publicar um excelente vídeo de como o framework SAFe e os princípios do Lean e fluxo de valor ajudaram a diminuir em até 5 vezes os problemas relacionados à implantação. Veja em case study CSG international.

A Intel MDO também adotou o framework SAFe, e seus divertidos resultados incluem "Lançando oito trens ágeis em dois meses" ("Lauching Eight Agile Trains in Two Months"), que resultou num "aumento substancial da visibilidade e previsibilidade da entrega", como pode ser visto em implementing SAFe - MDO test case.

Existem outros estudos de caso da Nokia (diminuindo time-to-market em 27 semanas), Telstra (redução de 50% no custo de entrega), John Deere (redução em 50% no custo de manutenção de software), BMC Corporation e outras. Com o passar do tempo mais casos aparecerão.

InfoQ: Lyssa Adkins escreveu um artigo em que ela compartilha sua visão sobre como os coaches fazem o coaching ágil no framework SAFe. Ela afirma que "o framework SAFe se apoia completamente no 'modo ágil de agir' das pessoas". Qual a sua visão sobre isso?

Dean: Concordo plenamente! O framework SAFe baseia-se na agilidade como prática central para a construção de sistemas, e nós nos apoiamos claramente nos princípios da agilidade e do manifesto ágil. O framework SAFe considera que as "pessoas fazem todo o trabalho". Para os ARTs terem mais sucesso, todos precisam ser treinados nos valores e habilidades da agilidade.

Tem muito mais relacionado ao papel das pessoas no framework SAFe. Se olhar a visão geral do framework SAFe, verá que existem muitas pessoas em muitos papéis críticos, e fará a conexão com a House of Lean, e os líderes Lean-Ágeis. O alicerce do framework SAFe e da House of Lean é a liderança. A base é muito simples: a responsabilidade final para a adoção e sucesso de empresas Lean-ágil encontra-se nos gerentes, líderes e executivos. Estas pessoas-chave devem ser treinadas nos princípios Lean e Agile, para basear suas decisões nesta filosofia de longo prazo e assumir a responsabilidade pessoal para o sucesso do Lean-Ágil. É uma grande transição, mas o resultado final é feliz. Mais funcionários engajados que entregam mais valor de negócio.

InfoQ: No congresso "Scaling Agile for the Enterprise" em Bruxelas você falará sobre os princípios do Lean e da liderança ágil. Poderia nos descrever estes princípios?

Dean: Com certeza! Como havia mencionado, o framework SAFe é construído com base no Agile, no Pensamento Lean e no fluxo de desenvolvimento de produtos. Os dez princípios que discutirei são:

SAFe Lean-Agile Principles

Construído com base no Agile, no Pensamento Lean e no fluxo de desenvolvimento de produtos, nós:

  • Adotamos uma visão sistêmica
  • Entendemos a economia da cadeia de valor
  • Desenvolvemos sistemas iterativamente e incrementalmente
  • Integramos e testamos frequentemente; adaptamos imediatamente
  • Gerenciamos riscos e a eficácia através de ciclos de aprendizado rápido e síncrono
  • Facilitamos o fluxo: limitamos o trabalho em execução, reduzimos o tamanho do lote e gerenciamos a duração da fila
  • Sincronizamos entre os domínios o planejamento e a colaboração
  • Baseamos marcos na avaliação objetiva dos sistemas de trabalho
  • Desbloqueamos a motivação intrínseca dos trabalhadores do conhecimento
  • Descentralizamos a tomada de decisão

InfoQ: O que torna estes princípios tão importantes e como eles podem ajudar as organizações a aumentar sua agilidade?

Dean: Eles são a essência da base crítica de valores e princípios que fazem o framework SAFe seguro (safe). Se estes princípios forem entendidos e aplicados, você provavelmente atingirá benefícios de negócio substanciais, do tipo que somente a aderência a um conjunto de valores e princípios pode entregar, independente do contexto de negócio e métodos específicos. Eles são completamente baseados no SAFe framework.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.