BT

Ciclos de feedback no Scrum

| por Ben Linders Seguir 25 Seguidores , traduzido por José Alexandre D'Abruzzo Pereira Seguir 0 Seguidores em 14 mai 2015. Tempo estimado de leitura: 5 minutos |

No desenvolvimento de software ágil, o feedback desempenha um papel importante. Muitos sabem como o feedback ajuda a lidar com a mudança de requisitos e ajustar a forma que o time trabalha com retrospectivas. Mas o feedback pode fazer muito mais para a agilidade. "Um ciclo de feedback eficaz no Scrum é mais do que ter sprints e fazer retrospectivas", diz Kris Philippaerts.

Durante a conferência XP Days Benelux 2014, Kris Philippaerts apresentou a palestra "Ciclo de feedback em diversos níveis" (Multi-level feedback cycle). O InfoQ o entrevistou para saber mais sobre os ciclos de feedback no Scrum, a importância de fazer o ciclo de PDCA completo, implantando o feedback ao lidar com mudanças de requisitos e os benefícios que os times podem obter dos feedbacks em retrospectivas.

InfoQ: Você pode nos explicar o você que quer dizer com ciclos de feedback no Scrum?

Kris Philippaerts: Ciclos de feedback no Scrum, ou em qualquer outro processo empírico, são períodos curtos de tempo recorrentes em que uma quantidade limitada de trabalho/informação é processada. Ao final de cada ciclo, paramos de trabalhar e nos permitimos inspecionar o trabalho e melhorar o processo para o próximo ciclo. Um exemplo típico de ciclos de feedback é o ciclo de qualidade de Deming: Plan-Do-Check-Act (PDCA).

InfoQ: O que torna esses ciclos tão importantes?

Kris Philippaerts: Ciclos de feedback são a essência dos processos empíricos. Processos empíricos são o oposto de processos definidos pela premissa de que projetos complexos, como um projeto de TI, necessitam de adaptação contínua com base em aprendizado obtido no dia a dia. Projetos complexos são muito imprevisíveis e por isso precisam de um processo que abracem a imprevisibilidade. Ciclos de feedback são uma forma de implementar seu processo empírico.

InfoQ: Você mencionou que é importante fazer o ciclo completo do PDCA, do P ao A. Onde e por que, na sua opinião, as pessoas têm tanta dificuldade para fazer o ciclo completo?

Kris Philippaerts: Mesmo que muitas pessoas entendam o conceito dos ciclos de feedback, a maneira com a qual os implementam não é sempre tão bem pensada. No Scrum, por exemplo, é possível ver um óbvio ciclo de feedback: o planejamento do sprint, a execução do sprint, a revisão do sprint e a retrospectiva do sprint são a representação dos passos do ciclo do Plan-Do-Check-Act (PDCA) respectivamente. Mas na realidade este ciclo de feedback não necessariamente cobre todo o processo. No nível funcional e de requisitos técnicos, você provavelmente deixará este ciclo de lado. Mas e em relação à visão do produto? E o planejamento de longo prazo? E a dinâmica do time? Estes aspectos são freqüentemente cobertos parcialmente e não existe uma solução definida no Scrum para estes ciclos de feedback.

InfoQ: Quais ciclos você reconhece no Scrum?

Kris Philippaerts: O número de ciclos de feedback é específico para cada contexto. Para projetos Scrum, eu identifico cinco ciclos de feedback comuns:

  • A visão de longo prazo
  • Requisitos de negócio
  • Implementação técnica
  • Planejamento e orçamento de longo prazo
  • Dinâmica do time

Você pode provavelmente adicionar mais alguns, mas refletir sobre estes cinco ciclos provavelmente será um bom primeiro passo! Todos estes ciclos devem conter todos os quatro passos do PDCA. Pergunte a si mesmo estas questões: quando realmente você planeja um determinado tipo de trabalho, quando executa o trabalho, quando reflete sobre ele e quando você reserva um tempo para melhorias?

InfoQ: Um dos ciclos de feedback que você mencionou são os "Requisitos de Negócio". Você poderia falar um pouco mais sobre este ciclo?

Kris Philippaerts: O ciclo de requisitos de negócio é um dos mais bem definidos no Scrum. Durante a reunião de planejamento do sprint nós planejamos os requisitos que queremos implementar (PLAN) e durante a execução do sprint os implementamos (DO). Ao final do sprint, demonstramos os resultados para o time de negócio durante a revisão do sprint (CHECK) e durante as retrospectivas definimos pontos de ação para melhorias que são selecionadas novamente no planejamento do sprint seguinte (ACT). No Scrum, este ciclo é fechado e bastante sólido. Outros ciclos não são.

InfoQ: Para os ciclos da implementação técnica e da dinâmica do time, as retrospectivas têm um papel importante. Você poderia explicar como elas são usadas e quais benefícios os times podem ter usando retrospectivas?

Kris Philippaerts: O que se vê é que as retrospectivas no Scrum são utilizadas para melhorar a dinâmica do time, os padrões técnicos e alguns tópicos funcionais. Isso significa que as retrospectivas são usadas em (pelo menos) três ciclos de feedback como a fase check do PDCA. Por um lado, isto mostra um poder imenso e a importância de ter retrospectivas: tem muito a ser falado! Por outro lado, este é também o calcanhar de Aquiles. Muitas retrospectivas falham porque o time quer discutir muitos diferentes tópicos (questões técnicas, dinâmica do time, tópicos funcionais, …) e misturam tudo isso junto. É necessário um facilitador experiente para manter o time focado num número limitado de tópicos.

Os resultados da retrospectiva deveriam também ser direcionados para o próximo passo (PLAN): melhorias técnicas devem ir para a próxima reunião de planejamento, melhorias funcionais devem precisar de alguma reunião para refinar e questões da dinâmica do time devem ter iniciativas recorrentes de construções de equipes que não são parte do Scrum padrão.

InfoQ: Se as pessoas quiserem buscar mais informações sobre os ciclos de feedback, você poderia dar-lhes algum conselho?

Kris Philippaerts: O melhor conselho que posso dar é para que façam os exercícios descritos nos meus slides. Analise seu próprio processo e identifique os ciclos de feedback importantes que se aplicam a sua situação. Depois disso, tente identificar como você implementa cada passo do ciclo do PDCA para cada um destes ciclos de feedback. Para os pontos ainda não cobertos, pense em iniciativas para implementar.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT