BT

Perfect: usando Swift no lado servidor

| por Sergio De Simone Seguir 17 Seguidores , traduzido por Diogo Carleto Seguir 40 Seguidores em 22 jan 2016. Tempo estimado de leitura: 3 minutos |

Segundo a startup canadense PerfectlySoft Inc, é possível construir aplicações web de nível empresarial com a linguagem Swift da Apple usando o Perfect. Com a recente abertura do código fonte do Swift, o Perfect promete fornecer suporte ao desenvolvimento multi-plataformas, incluindo OS X, Linux, Windows, iOS e Android. De acordo com Sean Stephens CEO da PerfectlySoft, usar o Swift tanto do lado cliente quanto servidor tornará o processo de desenvolvimento mais eficiente permitindo que os desenvolvedores reusem o mesmo código e lógica de negócio, simultaneamente garantindo um elevado nível de segurança e desempenho, graças às capacidades do Swift.

O Perfect é composto do PerfectLib, um framework Swift que fornece um conjunto de funcionalidades principais que podem ser usadas tanto para desenvolvimento frontend como backend. Do lado cliente, o PerfectLib praticamente duplica a maioria das funcionalidades que já são fornecidas pelos SDKs da Apple, tais como: o suporte para o encoding/decoding JSON e marshalling, gerenciamento do fluxo de bytes, suporte cURL, acesso ao SQLite. Ao confiar na implementação desses recursos do PerfectLib, o código do cliente pode ser menos dependente de SDKs da Apple, e portanto, mais facilmente reutilizáveis para o backend. No lado servidor, o PerfectLib inclui funcionalidades adicionais que fazem mais sentido aqui, tais como: suporte ao gerenciamento de arquivos, processos e IPC, análise de template Mustache, gerenciamento de estado/sessão e conectores para os bancos de dados MySQL, PostgreSQL, SQLite e MongoDB.

O InfoQ conversou com Sean Stephens para aprender mais sobre o Perfect e entender melhor o que será fornecido aos desenvolvedores.

InfoQ: Pode explicar como seu projeto se relaciona com a abertura do código do Swift? Quais oportunidades irá desencadear?

Sean Stephens: O Perfect permitirá as pessoas construírem aplicativos móveis, aplicativos para Apple TV, etc, usando o Swift no lado servidor das aplicações como também no lado cliente, e adicionalmente construir websites e aplicações web usando o Swift. Os desenvolvedores poderão reduzir o tempo, curva de aprendizado e código necessário para construir aplicações usando a mesma linguagem através do ecossistema das aplicações.

Também acreditamos que outras plataformas (Android, etc.) adotarão rapidamente os compiladores, usando uma mesma linguagem nativa que se estende em todas as plataformas populares atuais, móvel e de outra forma.

InfoQ: No momento o Perfect compreende o framework PerfectLib somente. Como descreve o papel do PerfectLib?

Sean Stephens: O Perfect também contém um conector para o Apache através FastCGI (ou alternativamente um servidor autossuficiente), que permite executar sozinho, algo que Swift e um SDK independente não podem fazer. O Perfect também inclui bibliotecas críticas para o desenvolvimento (gerenciamento de sessão, conectividade JSON, etc.) que não são nativos no Swift. Estas bibliotecas, apesar de não serem necessárias para o desenvolvimento móvel, são críticas para o desenvolvimento web e backend.

InfoQ: Existem planos para adicionar novos frameworks ou algo que expanda o PerfectLib para incluir mais funcionalidades e abstrações para facilitar o desenvolvimento de software do lado servidor?

Sean Stephens: Planejamos expandir o Perfect com mais funcionalidades, funções e abstrações. Temos vários projetos já em Beta (por exemplo, um ORM), e vários outros em desenvolvimento. Uma vez que o equilíbrio de características importantes e tamanho global do projeto entram em alinhamento, vamos parar de inflar o conjunto de funcionalidades e nos concentrar nas funcionalidades de desenvolvimento modular e melhorias gerais. Se os desenvolvedores têm funcionalidades chave que gostariam de ver, definitivamente iremos considerá-las.

Também temos planos em oferecer configurações adicionais e ferramentas de gerenciamento de servidor, no devido tempo, para tornar a vida do desenvolvedor mais fácil.

InfoQ: Será fornecido alguma ferramenta específica ou ferramental de suporte para plataformas não Apple?

Sean Stephens: Já começamos a usar outras IDEs no Linux para nosso próprio desenvolvimento Swift, por exemplo o Sublime e Eclipse. O Swift já é bem suportado por ferramentas populares e continuará crescendo organicamente. Embora ficaríamos felizes de nos envolver nesses projetos, conforme eles amadurecem. O Swift é a linguagem mais amada e que cresce mais rápido no planeta no momento, e estamos muito felizes em ter pegado uma carona no banco da frente com eles. Ou talvez estejamos no banco de traz?

O Perfect está disponível no GitHub.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT