BT

Novidades O InfoQ vem desenvolvendo uma série de novas funcionalidades para melhorar sua experiência com o site. Confira!

Novas ferramentas DevOps auxiliam deploys no Visual Studio 2017

| por Jeff Martin Seguir 4 Seguidores , traduzido por Luis Cesar Barreto  Seguidores em 04 abr 2017. Tempo estimado de leitura: 1 minuto |

Uma das maiores mudanças encontradas no Visual Studio é uma reformulação completa de seu programa de instalação. Nas versões anteriores do Visual Studio, o instalador era monolíticos e demandava tempo e espaço em disco significantes para completar sua instalação. Essas mudanças no processo de instalação foram bem vindas, entretanto requerem uma mudança na forma como o Visual Studio e seus componentes são detectados.

Como observa Heath Stewart, da Microsoft, isso significa que os métodos utilizados anteriormente, como a consulta ao registro para obter informações sobre cópias do Visual Studio instaladas, não seriam a melhor abordagem (se é que isso realmente funciona). Em vez disso, é recomendado utilizar a API de consulta de configuração do Visual Studio. Essa API é projetada para funcionar com o Visual Studio 2017 (ou versões mais recente) e fornecer informações sobre as edições instaladas (Community, Professional ou Enterprise), bem como detalhes sobre seus vários componentes. Obter informações sobre o atual ambiente de desenvolvimento é uma boa ajuda na construção de sistemas, que agora podem determinar mais facilmente se os componentes necessários para automação estão presentes.

Para melhor ilustrar a utilização da API bem como torná-la mais acessível, alguns métodos diferentes estão disponíveis para os desenvolvedores ou profissionais devops. Primeiramente, existe um módulo PowerShell que permite pesquisar pelas edições do Visual Studio 2017 instaladas e verificar a presença de componentes instalados.

Para aqueles que procuram por um executável independente, Stewart fez uma introdução do vswhere, um executável autônomo que fornece um subconjunto dos recursos encontrados no módulo PowerShell. Este está disponível no GitHub e é facilmente compilado dentro de um formato utilizável. Finalmente para aqueles que procuram obter maiores detalhes sobre a API de consulta, há um repositório adicional disponível com exemplos em C#, C++ e Visual Basic.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT