BT

Lançamento da Linux Foundation, o EdgeX Foundry habilita edge computing para IoT

| por Sergio De Simone Seguir 17 Seguidores , traduzido por InfoQ Brasil Seguir 4 Seguidores em 02 ago 2017. Tempo estimado de leitura: 3 minutos |

A Linux Foundation lança mais um novo projeto: O EdgeX Foundry. Esse projeto foi criado com o objetivo de construir uma estrutura aberta para a computação IoT e um ecossistema de componentes interoperáveis.

O EdgeX Foundry visa promover o modelo de edge computing, no qual os dispositivos habilitados não poderão enviar seus dados de volta a nuvem para processamento, mas dependerão de dispositivos gateways locais para computação e análise. As principais vantagens desta abordagem incluem a latência reduzida, tráfego de rede e uma segurança mais avançada. Essa abordagem tem um valor importante para aplicações industriais como a de geração de energia, semáforos inteligentes, etc., onde não é estritamente necessário ter um componente da nuvem; ou, para aplicações mais comuns onde os dados de vários dispositivos são coletados localmente antes de serem enviados para a nuvem.

Conforme anunciado, a Dell, que irá cuidar do projeto, vem contribuindo com o código-fonte da sua estrutura Fuse, que consiste em mais de uma dúzia de microserviços e mais de 125.000 linhas de código, sob a licença Apache 2.0. O projeto também receberá contribuições de código de outras 50 empresas, que incluem a AMD, o Ubuntu, a Cnonical, a VMWare, entre outros. Porém, ainda não foi decido que tipo de códigos serão.

A infoQ conversou com o Philip DesAustels, Diretor sênior da IoT na Linux Foundation.

Você poderia nos dar uma visão geral sobre as características que a estrutura framework fornece aos desenvolvedores?

DesAutels: A melhor maneira de discutir isso é através do slide de arquitetura:

Estamos providenciando uma estrutura framework unificada através de quatro principais APIs que são fornecidos pela EdgeX - segurança, gerenciamento, dispositivos e serviços. O ecossistema das companhias que participam e colaboram com o EdgeX irão fornecer os serviços que se juntam e assim formam a Plataforma EdgeX. Com isso dito, o EdgeX será enviado como amostra em dispositivos de serviço, serviços de suporte, ferramentas de gerenciamentos, etc., todos que podem servir como implementações de referência. Também esperamos que a comunidade do Edgex Foundry melhore alguns destes ao longo do tempo para o nível de pronta produção, como parte do empenho do código aberto do EdgeX Foundry.

O EdgeX irá fornecer uma única e coesa API, ou será parecido com uma coleção de componentes vagamente acoplados?

DesAutels: O EdgeX fornece um multiprocessador que une as quatro API em uma estrutura framework que permite que os componentes vagamente acoplados interagem juntos de forma coesa e unificada.

Como que se parece uma arquitetura típica de uma solução com o EdgeX?

DesAutels: Em uma implementação mais simples, um único dispositivo de gateway possui o núcleo do EdgeX ligado juntamente com vários dispositivos,assim como os de serviços de suporte e exportação, serviços de gerenciamento e de segurança. Isso cria um nó de processamento na borda, onde a interação com múltiplos dispositivos, sensores, máquinas, etc., se reúnem para um processamento interativo antes de serem conectados à nuvem.

Para quais tipos de domínios você imagina as soluções baseadas no EdgeX? Quais requisitos combinariam com o EdgeX?

DesAutels: A comunidade visa ter uma pequena base de instalação que seja versátil na aplicabilidade da estrutura framework do EdgeX. O design flexível e o crescente ecossistema significam que devemos esperar para ver um maior domínio da aplicabilidade, seja da infraestrutura industrial e civil para empresas e até mesmo o próprio consumidor.

A iniciativa da Linux Foundation não é a primeira tentativa de fornecer uma plataforma padrão para a construção de dispositivos IoT interligados. Exemplos anteriores incluem, entre outros, a Cisco com sua plataforma iOx; o Laboratório Nacional do Pacífico Noroeste (PNNL) com uma plataforma de referência Android chamada Kaval; e a especificação MEC do Instituto Europeu de Normas de Telecomunicações. Só resta saber se o EdgeX Foundry terá mas sucesso.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT