BT

TypeScript 2.5 lançado com refatoração em nível de código

| por David Iffland Seguir 4 Seguidores , traduzido por Andrea Mussap Seguir 7 Seguidores em 26 set 2017. Tempo estimado de leitura: 2 minutos |

Na versão 2.5 do TypeScript a Microsoft focou na produtividade do desenvolvedor e ampliou o escopo do que ele pode fazer, oferecendo recursos comuns aos editores de código.

Os desenvolvedores acostumados às linguagens tipadas, como C#, preferem ferramentas onde podem, facilmente, realizar refatorações comuns. Com a nova versão, o TypeScript usa seu conhecimento sobre o código para realizar operações de extração de método (Extract Method) e extração de função (Extract Function). Essa nova funcionalidade permite que todos os editores de código se comuniquem com o TypeScript para a execução das mesmas.

Daniel Rosenwasser, gerente de programa do TypeScript, disse que a equipe está focada na experiência do desenvolvedor, não apenas na linguagem:

O TypeScript como linguagem é desenvolvido com a experiência de edição em mente e, portanto, o nosso time trabalha com o compilador/verificador de tipos, bem como com o serviço de linguagem que potencializa os editores como o VS Code, em mente. Mas o foco não é apenas no VS e no VS Code. As mudanças estão disponíveis para qualquer editor que consuma nossos recursos, e acho que essas novas funcionalidades de edição serão úteis para a gente conhecer o usuário do TypeScript.

Essas refatorações estarão no VS Code e no Visual Studio em breve.

A Microsoft também impulsionou o arsenal de "correção rápida" ao identificar usos acidentais de declarações de tipo JSDoc, e referenciamento incorreto de tipos.

A API de serviço de correção rápida foi disponibilizada pela primeira vez no TypeScript 2.1, e inclui correções como ortografia, importações ausentes, this ausente, e declarações não utilizadas. Mais correções já estão no roadmap do produto.

Esta versão traz poucas novidades em recursos de linguagem, mas vale destacar o catch opcional de variáveis. Ele é útil quando você precisa capturar um erro, mas não se preocupa com o conteúdo do erro em si. De fato, esse recurso é parte de uma proposta do ECMAScript. O código a seguir, que não inclui uma declaração do erro detectado, agora é válido:

try {
    const result = someMethodThatWillThrowAnException();
}
catch {
    contents = createDefaultContents();
}

Como sempre, a versão mais recente do TypeScript pode ser instalada com o comando npm install -g typecript, ou no NuGet.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT