BT

Novidades O InfoQ vem desenvolvendo uma série de novas funcionalidades para melhorar sua experiência com o site. Confira!

As reações do JCP ao anúncio do novo ciclo de releases Java

| por Ben Evans Seguir 12 Seguidores , traduzido por Jackson William Seguir 0 Seguidores em 09 out 2017. Tempo estimado de leitura: 3 minutos |

O InfoQ relatou recentemente um anúncio da Oracle sobre o novo modelo de agenda e lançamento do Java. O anúncio foi amplamente recebido pela maioria dos participantes do ecossistema Java, mas a questão ainda permanece sobre o processo de padronização do Java e da regra do Java Community Process (JCP) para lançamentos futuros.

Além do lançamento do Java 9, não está clara a posição da Oracle de como irá interagir com o JCP sobre a cadência das novas propostas de lançamento. O JCP, normalmente, realizava um ciclo de uma escala de tempo maior que 6 meses proposta pela Oracle para os lançamentos futuros.

Se esta é a intenção, então a Oracle precisa explicar como os prazos curtos entre os lançamentos futuros serão integrados com o processo do JCP. Atualmente, algumas JSRs funcionam em uma curta escala de tempo, e nenhuma delas possui uma plataforma JSRs (que define a nova versão do Java SE ou EE).

Um porta-voz da Oracle disse:

A Oracle vem trabalhando com o JCP em requisitos para suportar o aumento da cadência de liberação de novas versões. Parece haver um suporte geral para o plano e os detalhes serão elaborados nas próximas semanas.

Simon Ritter, membro do Comitê Executivo do JCP pela Azul Systems comentou:

É verdade que no passado as JSRs eram controladas em um período mais longos do que seis meses, primeiramente porque a plataforma estava se desenvolvendo mais lentamente, então não era necessário avançar nesse ritmo rápido.

Na teoria, não havia problema com a conclusão do JSR do Java SE nesse período de tempo, embora existam algumas mudanças nos processos JCP que avançavam.

Ritter também comentou sobre a afirmação da Oracle de que os ciclos de liberação mais rápido é necessário para competir com outras plataformas de programação:

O problema que sempre enfrentam aquelas tarefas evoluídas da plataforma é como satisfazer dois grupos ortogonais de usuários. O poder do Java em muitas empresas, como de sistemas de missão-crítica, estabilidade e compatibilidade são os fatores mais importantes para a implantação e manutenção destes sistemas.

Contudo, em um mundo onde o desenvolvimento de novas aplicações é continuamente acelerado, desenvolvedores querem acesso a nova linguagem e recursos de API o mais rápido.

A decisão da Oracle em mudar o ciclo de lançamento de recursos de seis meses, com versões de suporte de três anos a longo prazo, parece ser o melhor dos dois mundos.

As minutas mais recentes da reunião do Comitê Executivo JCP relatam que a Oracle planeja arquivar o Java SE 10 JSR (que agora pode ser conhecido como Java 18.3) o mais cedo possível, idealmente em Setembro, já que em Dezembro tem uma parada nos lançamentos de novas versões. Isso sugere um desejo de se dedicar ao processo do JCP para o momento.

Contudo, existem alguns problemas conhecidos com o alinhamento do processo da JCP para o lançamento do SE. Em particular, o processo atual tem problemas relacionados à produção dos compiladores betas de terceiros, que visam uma versão ainda não lançada ou em construção da especificação do Java.

A Oracle confirmou que estes desafios fazem parte das discussões em andamento com o JCP, e se referem ao grupo de trabalho do JCP OpenJDK e participações de partes relevantes.

Martin Verbug, líder da Comunidade Java de Londres (LJC) e titular do assento da LJC no Comite Executivo do JCP fez este comentário:

O Comitê Executivo do JCP, a Oracle e o grupo executivo da OpenJDK estão trabalhando arduamente para simplificar o processo de padronização a fim de facilitar os lançamentos mais rápidos.

Na postagem no seu blog, Mike Milinkovich, diretor executivo da Fundação Eclipse, também um membro do Comitê Executivo do JCP, comentou que:

Java finalmente será livre das restrições explícitas e implícitas no campo de uso que o perseguiram desde sua invenção. Desenvolvedores serão livres para usar o Java em qualquer dispositivo, sem pedir qualquer licença adicional ou outras permissões.

Com um pouco mais de uma semana do lançamento muito atrasado do Java 9, a indústria estará observando com interesse para ver se a proposta do novo ciclo de liberações correspondem com as expectativas uma vez que ele estiver completamente implantado.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT