BT

A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ!

Elixir 1.5 traz melhorias na experiência do desenvolvedor

| por Sergio De Simone Seguir 5 Seguidores , traduzido por Gibran Silva Seguir 0 Seguidores em 01 nov 2017. Tempo estimado de leitura: 3 minutos |

A note to our readers: As per your request we have developed a set of features that allow you to reduce the noise, while not losing sight of anything that is important. Get email and web notifications by choosing the topics you are interested in.

Recentemente foi lançado o Elixir 1.5, que trouxe melhorias para a experiência do desenvolvedor. Um primeiro conjunto de melhorias destina-se à experiência de desenvolvimento, onde pode ser encontrado o IEx, o shell interativo do Elixir, incluindo:

  • O IEx agora pode preencher automaticamente nomes de variáveis e imports de usuários
  • IEx ganhou várias novas funções, como as exports/1, que lista todas as funções e macros em um módulo e possui suporte a breakpoint quando executado no Erlang/OTP 20. Pode ser utilizado o break para definir um breakpoint e whereami para exibir a localização atual uma vez que o breakpoint foi atingido.

Além disso, agora o Elixir permite:

  • especificar em seus módulos como os processos filho são supervisionados
  • explicitamente indicar callbacks usando o atributo @impl, o que aumenta a legibilidade do código e ajuda a detectar erros
  • usar UTF-8 para nomear atoms, variáveis e funções

O InfoQ conversou com José Valim, criador e mantenedor do Elixir, sobre o status atual do Elixir.

Qual é o seu envolvimento atual no desenvolvimento do Elixir?

Estou envolvido em tempo integral no Elixir, como parte do meu trabalho como Diretor de P/D na Plataformatec, a empresa por trás de Elixir. Mas isso está longe de ser um esforço individual. O time é composto por 5 desenvolvedores, incluindo eu, responsáveis pelo desenvolvimento e manutenção da linguagem, e tivemos mais de 580 contribuidores da comunidade no repositório ao longo da história da linguagem.

Você poderia resumir o que conduziu o desenvolvimento do Elixir no último ano?

O Elixir é uma linguagem estável desde que atingimos 1,0, em setembro de 2014. Isso significa que nossas melhorias foram incrementais e principalmente focadas em melhorar a experiência de desenvolvimento e preencher as lacunas encontradas pelas empresas que executam Elixir em produção.

Como você vê a adoção do Elixir na indústria e em projetos de código aberto?

A adoção é sempre difícil de medir, mas podemos ver um crescimento consistente e saudável pela comunidade e indústria. Hoje, vemos múltiplas conferências de Elixir nos Estados Unidos e na Europa, bem como eventos de divulgação anual na América Latina e na Ásia. Acabei de chegar do ElixirConf US 2017, que aconteceu em Bellevue, WA, com 600 participantes. Cerca de 5 vezes o número de participantes que registramos há 3 anos no primeiro ElixirConf US.

O crescimento na comunidade também pode ser visto em hex.pm, que é o gerenciador de pacotes para Elixir e do ecossistema do Erlang. Estamos perto de ultrapassar 5000 pacotes que já superaram 120.000.000 downloads no total.

Na indústria, frameworks como Phoenix e Nerves ajudaram Elixir a crescer na web e em plataformas embarcadas respectivamente. A Plataformatec também vê um maior interesse das consultorias e pedidos de desenvolvimento de software de clientes que executam ou planejam executar o Elixir em produção. Nós apresentaremos muitas dessas experiências no próximo livro Adopting Elixir, que discutirá e contará as histórias de empresas de todo o mundo em sua jornada para adotar Elixir.

Em que direção a linguagem irá evoluir?

Eu apresentei recentemente em meu keynote no ElixirConf US 2017 como a linguagem continuará evoluindo com a produtividade, manutenibilidade e confiabilidade em mente. Em particular, as próximas versões do Elixir incluirão um Code Formatter, para unificar os estilos de código utilizados pelas empresas e pela comunidade. Também estamos trabalhando na adição de princípios de property testing ao Elixir, o que ajudará os desenvolvedores a projetar e escrever um software completamente testável.

 

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT