BT

A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ!

Apple abre código do kernel do iOS para processadores ARM

| por Sergio De Simone Seguir 6 Seguidores , traduzido por Mayra Michels Seguir 0 Seguidores em 05 dez 2017. Tempo estimado de leitura: 1 minuto |

Para melhorar a experiência das pessoas que acessam o InfoQ Brasil, nós criamos uma série de funcionalidades que te permitem ficar pode dentro das últimas tendências e das novidades de seu interesse, sem que você seja incomodado por coisas irrelevantes. Receba e-mails periódicos e notificações sobre seus tópicos favoritos!

A Apple disponibilizou silenciosamente arquivos específicos arm64 e arm no seu repositório GitHub XNU-darwin. Embora isso não seja interessante para todos os desenvolvedores, isso ainda permite possibilidades interessantes para pesquisadores de segurança e outros.

Darwin é o nome do código do kernel que fornece as bases do iOS e do macOS, que a Apple originalmente disponibilizou no site opensource.com em 2000. Isso levou a alguma confusão de que o código-fonte do kernel do iOS havia ou não, sido lançado recentemente e se estaria completo ou não. A respeito disso, parece que o lançamento pode não suportar totalmente o arm64 ou o Apple A11 SoC mais recente, mas os novos arquivos lançados devem possibilitar a compilação do Darwin para ARM. Em particular, o arquivo README menciona o iOS e o Makefile inclui as opções arm/arm64.

Quanto a utilidade disso, ser capaz de criar o kernel iOS não significará que é possível instalá-lo em um dispositivo real, já que o bootrom só permite executar kernels assinados. Ainda assim, criar o kernel iOS pode ser útil ao criar um emulador iOS. Na verdade, já houveram esforços para criar um emulador iOS baseado em QEMU e parece que recentemente eles foram revividos. De acordo com um dos desenvolvedores envolvidos no projeto, "o código específico do iOS será bastante útil para acelerar a eliminação de erros e o desenvolvimento do hardware de gráficos virtuais que podem nos levar além de um framebuffer gráfico básico". Além disso, a disponibilidade do código-fonte específico do iOS provavelmente permitirá aos pesquisadores de segurança descobrir novos bugs e vulnerabilidades, que foram muitas vezes explorados para criar programas para jailbreak iOS e possibilitar o download e instalação de aplicativos, extensões e temas não assinados.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Faça seu login para melhorar sua experiência com o InfoQ e ter acesso a funcionalidades exclusivas


Esqueci minha senha

Follow

Siga seus tópicos e editores favoritos

Acompanhe e seja notificados sobre as mais importantes novidades do mundo do desenvolvimento de software.

Like

Mais interação, mais personalização

Crie seu próprio feed de novidades escolhendo os tópicos e pessoas que você gostaria de acompanhar.

Notifications

Fique por dentro das novidades!

Configure as notificações e acompanhe as novidades relacionada a tópicos, conteúdos e pessoas de seu interesse

BT