BT

Início Notícias Com a versão 3.3.1 já disponível, o time do jQuery se prepara para versão 4.0

Com a versão 3.3.1 já disponível, o time do jQuery se prepara para versão 4.0

Favoritos

O jQuery publicou a versão 3.3.1, uma versão menor com algumas features novas e outras tantas convertidas em obsoletas (deprecated) como forma de preparação para o jQuery 4.0

Neste post, o líder do time responsável pelo core do jQuery, Timmy Willison informa que o foco do jQuery está sendo direcionado para remoção de funcionalidades:

Em geral, não estamos buscando adicionar nada novo ao jQuery. A tendência é focarmos mais no que pode ser removido do que no que podemos adicionar.

Dito isto, a versão 3.3 de fato inclui uma nova funcionalidade que permite .addClass(), .removeClass(), e .toggleClass() aceitar um array de classes. Também existem uma série de características que se tornaram obsoletas de forma a preparar os desenvolvedores para remoção das mesmas no jQuery 4.0. Dentre os métodos que se tornaram obsoletos estão .now, .isWindow, e .camelCase. Willison ainda observa que, no jQuery, tornar uma característica obsoleta não implica diretamente na sua remoção:

Não consideramos que a obsolescência de um método significa que o mesmo será removido; significa que encorajamos o uso de alternativas.

Para que fique claro, muitas obsolescências resultarão em remoções, mas outras permanecerão indefinidamente.

Willison menciona essas obsolescências no contexto do jQuery 4.0, mas não há muita informação disponível a respeito dessa versão futura. Em um issue no GitHub, Willison descreve que algumas das metas para o jQuery 4.0 incluem a "reescrita completa utilizando a próxima geração do JavaScript" e um novo Design de Eventos no jQuery 4.0. Existem muitos itens no issue tracker do GitHub que foram marcados como 4.0, ainda que muitos deles sejam de 2016.

O jQuery ainda é uma biblioteca JavaScript muito popular, mas seu uso está cada vez mais polarizado. Alguns dizem que o jQuery não é mais fundamental e que desenvolvedores podem programar para web moderna sem ele. Ainda que seja verdade, outros como Remy Sharp, dizem que o jQuery ainda é relevante e que vale a pena aprender a usá-lo na web de hoje:

O jQuery é prolífico na web de hoje e existe uma chance de que você o use na sua carreira. Com certeza você não precisa do jQuery hoje. Você também não precisa aprender jQuery. De qualquer forma, o jQuery está longe de estar morto, morrendo, ultrapassado ou irrelevante. Serve para muitos desenvolvedores de diferentes backgrounds.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

  • jQuery não é modinha

    by Matteus Barbosa /

    Seu comentário está aguardando aprovação dos moderadores. Obrigado por participar da discussão!

    jQuery, a lib js frontend mais usada pelos sites mais populares do mundo, está no mercado desde 2006. Nem mencionei a grande quantidade de libs que foram criadas pela comunidade e a produtividade que se alcança usando os métodos facilitadores.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.