BT

Início Notícias Microsoft anuncia uma prévia pública do suporte a Python para o Azure Functions

Microsoft anuncia uma prévia pública do suporte a Python para o Azure Functions

Favoritos

No recente evento Connect(), a Microsoft anunciou a prévia pública do suporte ao Python no Azure Functions. Os desenvolvedores podem criar funções usando o Python 3.6, com base no tempo de execução do Functions 2.0 de código aberto, e publicá-las em um plano de "consumo".

Como a disponibilidade geral do tempo de execução Azure Function 2.0, relatada anteriormente em outubro no InfoQ, o suporte para Python era uma das principais solicitações e estava disponível por meio de uma prévia particular. Agora ele está regularmente disponível e os desenvolvedores podem começar a criar funções úteis para manipulação de dados, aprendizado de máquina, scripts e cenários de automação.

O tempo de execução do Azure 2.0 tem um modelo de operador de linguagem, fornecendo suporte para linguagens não-.NET, como Java e Python. Assim, os desenvolvedores podem importar scripts e módulos .py existentes e começar a escrever funções. Além disso, com o arquivo requirement.txt, os desenvolvedores podem configurar dependências adicionais para pip.

 
Fonte: https://azure.microsoft.com/en-us/blog/taking-a-closer-look-at-python-support-for-azure-functions/

Com triggers e bindings disponíveis no modelo de programação do Azure Function, os desenvolvedores podem configurar um evento que acionará a execução da função e as origens de dados com as quais a função precisa ser orquestrada. De acordo com Asavari Tayal, gerente de programa da equipe do Azure Functions na Microsoft, a versão de pré-lançamento suportará ligações a solicitações HTTP, eventos de timer, Armazenamento do Azure, Banco do Cosmos, Barramento de Serviço, Hub de Eventos e Grade de Eventos. Uma vez configurado, os desenvolvedores podem recuperar rapidamente os dados dessas ligações ou escrever novamente usando os atributos do método da função de ponto de entrada.

Desenvolvedores familiarizados com o Python não precisam aprender nenhuma nova ferramenta; eles podem depurar e testar funções localmente usando uma máquina Mac, Linux ou Windows. Com o Azure Functions Core Tools (CLI), os desenvolvedores podem começar rapidamente usando modelos de gatilho e publicar diretamente no Azure, enquanto a plataforma do Azure manipulará a construção e a configuração. Além disso, os desenvolvedores também podem usar a extensão do Azure Functions para o código do Visual Studio, incluindo uma extensão do Python, para se beneficiar do preenchimento automático, do IntelliSense, do linting e da depuração para o desenvolvimento do Python, em qualquer plataforma.


Fonte: https://azure.microsoft.com/en-us/blog/taking-a-closer-look-at-python-support-for-azure-functions/

A hospedagem do Azure Functions escrita em linguagem Python pode ser por meio de um Plano de Consumo ou Plano de Serviço de Aplicativo. Tayal explica no post do blog em torno da prévia do Python:

Abaixo das capas, ambos os planos de hospedagem executam suas funções em um container docker baseado no azure-function/python base image de software livre. A plataforma abstrai o container, portanto, você é responsável apenas por fornecer seus arquivos Python e não precisa se preocupar com o gerenciamento do tempo de execução subjacente do Azure Functions e do Python.

Por fim, com o suporte do Python 3.6, a Microsoft está seguindo o concorrente Amazon, oferecendo o AWS Lambda, que já suporta essa versão do Python. Ao promover mais linguagens para executar códigos em uma plataforma de nuvem, tanto a Microsoft quanto a Amazon pretendem alcançar um público mais amplo.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.