BT

Início Notícias Akamai IoT Edge Connect traz o MQTT para sua plataforma serverless

Akamai IoT Edge Connect traz o MQTT para sua plataforma serverless

Favoritos

O IoT Edge Connect, parte da Akamai Edge Cloud, fornece um serviço totalmente gerenciado para a operação de dispositivos IoT com escalonamento automático, tolerância a falhas e sincronização de dados.

O IoT Edge Connect é executado na Akamai Edge Platform, que aproxima a infraestrutura de IoT dos dispositivos, graças a uma rede cloud disponível em mais de 140 países. De acordo com a Akamai, isso fornece conectividade em tempo real que facilita a escalabilidade. Entre as vantagens do IoT Edge Connect, é a implementação robusta para subscrever-publicar mensagens no protocolo MQTT, que é especificamente voltado para aplicativos IoT devido à sua pequena área de cobertura e adequação para uso em redes de baixa velocidade e com intermitência. Além disso, tenta amenizar as preocupações de segurança no nível de rede, fornecendo suporte para autenticação mútua e permitindo que os clientes escolham e personalizem as versões TLS.

O InfoQ conversou com Lior Netzer, vice-presidente e CTO de IoT na Akamai Technologies para entendermos mais.

InfoQ: Quais são os principais desafios para os aplicativos de IoT nos próximos anos? E quais fatores podem determinar seu sucesso ou fracasso?

Lior Netzer: A IoT alcançou um ponto de maturidade quando os projetos começaram a migrar dos laboratórios para produção. Do nosso ponto de vista, os desafios enfrentados pelos desenvolvedores de IoT centram-se na escala e no desempenho da infraestrutura.

Até mesmo situações comuns, como grandes volumes de conexões simultâneas, validação e imposição de credenciais de autenticação, etc, podem sobrecarregar rapidamente a maioria dos serviços de IoT cloud existentes e os brokers de MQTT corporativos.

O MQTT se concentrou em servidores centralizados por design, embora os dispositivos de IoT sejam encontrados amplamente em todo o mundo. Garantir que experiência de usuário seja consistente é fundamental para o sucesso ou o fracasso de um projeto de IoT.

O dimensionamento de aplicativos IoT em vários data centers, seja para resiliência ou desempenho, é excepcionalmente desafiador. A maioria das soluções MQTT existentes é projetada para uso exclusivo em datacenter, comprometendo a segurança, consistência e desempenho.

InfoQ: Poderia nos descrever como a Akamai entrega valor aos desenvolvedores de IoT? Como é o ecossistema da Akamai? E o que diferencia a Akamai dos concorrentes na arena IoT?

Netzer: A Akamai apresentou recentemente sua nova plataforma IoT Edge Connect (IEC) como parte da Akamai Edge Cloud.

O IEC é o primeiro serviço IoT em nuvem, colocando uma plataforma serverless totalmente implantada e próxima aos dispositivos nas mãos dos desenvolvedores.

O IEC é o único provedor cloud MQTT 100% ISO-compliant disponível em nuvem. Todos os recursos, como suporte a QoS 2, mensagens retidas, etc. Encontrados em brokers padrão estão disponíveis na plataforma IoT Edge Connect da Akamai. Nossa visão era permitir que os desenvolvedores usassem um software open source para migrar transparentemente os brokers MQTT corporativos existentes para um serviço cloud. Nenhum software proprietário é necessário. O IEC também fornece mensagens HTTP-MQTT convergentes, permitindo que dispositivos habilitados para HTTP participem de forma transparente com dispositivos habilitados para MQTT.

O IEC é um serviço cloud replicado geograficamente que fica próximo aos dispositivos, reduzindo a sobrecarga de rádio e melhorando o seu desempenho. A IEC aproveita ao máximo a presença global de recursos da Akamai em 140 países para oferecer provedores alta confiabilidade e serviços cloud centralizados.

O IEC também incorpora fluxos de dados que agregam automaticamente todos os dados da IoT aos sistemas analíticos e Big Data e um banco de dados de valor-chave para permitir que os desenvolvedores armazenem dados críticos (até 256MB por objeto) próximos a dispositivos para desempenho mais consistente.

InfoQ. Falando em segurança, qual de todos os fatores que moldam uma solução de IoT, é a que pode causar mais preocupações nos usuários finais e dificultar a adoção? Quais sugestões você pode fornecer aos desenvolvedores para criar dispositivos e serviços seguros? Como a Akamai pode ajudar nesse aspecto?

Netzer: As melhorias de segurança vem junto com adoção de protocolos intermediários como o MQTT versus protocolos clássicos cliente-servidor, como HTTP. Como a IoT é frequentemente caracterizada pela comunicação bidirecional em grande escala, é importante que os desenvolvedores usem os protocolos criados para reduzir as chances de ataque no dispositivo. Protocolos intermediados criam um "cercado" sem portas abertas para os dispositivos, dentre o controles de acessos autenticados podem ser aplicados por usuário, por dispositivo e no aplicativo.

O IEC da Akamai oferece controle de acesso mais abrangentes com uma política de "lista de permissões", evitando a comunicação falsa entre dispositivos.

O IEC da Akamai fornece resiliência de DDoS incorporada ao distribuir a sobrecarga de conexão, autenticação e autorização na plataforma global da Akamai.

O IEC da Akamai fornece detecção de falso positivo integrado para conter automaticamente dispositivos com falhas ou comprometidos.

IoT Edge Connect e o IoT Edge Cloud são soluções pagas e há versões gratuitas para ajudar na avaliação de desempenho.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.